Total de visualizações de página

sexta-feira, 29 de julho de 2011

AZUL COR DA LIBERDADE

Não consigo dormir...
Rolo na cama o meu coração esta inquieto...
Uma sensação estranha, não me sinto assim a tempo.
A cama esta me recusando, meu espirito está  inquieto uma vontade de estar num outro lugar.
Uma saudade não sei de que. ..
Ele  pede por liberdade  quer sair, correr, voar ir até as estrelas.,ir a lua talvez quem sabe.
Minhas asas batem , se debatem ,me levanto e assim caminho anciosa  pelo quarto,
sinto meus passos um a um...um calor que sobe pelo meu corpo a necessidade de me movimentar.
Abro meus braços sinto o ar da noite me envolver,meu corpo se arrepia sob a camisola de seda azul.
Meu perfume parece lançar um feiteiço sobre mim.
Toco suavemente  minhas pernas e num gesto simples e calmo faço com que  minha camisola caia ao chão.
A minha  nudez me faz forte, me sinto mais mulher ,mais segura.
Ponho uma musica para ouvir e me sinto embalada.
Danço, me acaricio, sigo para a varanda e lá posso ver a noite , o céu a lua as estrelas.
Quero me sentir perto do inifinito, quero asas ...quero voar.
Meu espirito pede, implora ...não me deixe aqui, me leve lua, para o voo da liberdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário