Total de visualizações de página

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

NANA MOUSKOURI - HISTORIA DE UN AMOR

UMA HISTÓRIA DE AMOR

Olá meu diario,

Tenho um coração dentro do peito!
Tenho um desejo dentro do peito.
Tenho um amor enorme dentro do peito....
Por onde anda aquele lôbo que me fez juras de amor?

Onde está aquele homem que a mim enviou por dias infinitos flores e bilhetes de amor?

Um lobo que me despertou...me deu vida , me possuiu.
Onde estás?
Um homem que chegou com tanta mansidão , que não me assustou mas   me fez prisioneira.

Uma loba uiva de desejo e amor....onde andarás?
Sinto falta de cada pedaço de ti!
Tua voz me acalma...
Tuas mãos me dão segurança...
Teus braços me aquecem..
Teu corpo me incendeia.

Minha carne clama por ti, minha alma vaga a sua procura....


A LUA

Quando alta noite
na amplidão flutua.
pálida a lua
com fatal pelor.
Não sabes lôba
que eu por ti suspiro?
E que deliro
a suspirar de amor.

(Um lôbo)

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

adele | one and only - legenda em português

SONHO DE UM LÔBO

Hoje eu tive um sonho,
sonhei com um lôbo  que   acenava para mim pedindo colo.
Parecia cansado e precisando da minha energia e então eu abria os meus braços e o recebia com carinho.
Com a cabeça colada em meu peito podia ouvir o meu coração..e o meu coração embalava seu descanso.

Seu calor aquecia minha alma, suas mãos me davam proteção.
O que me inspira ?
Ver você ali tão fragil , tão meu...para ser feliz não precisa viver junto com alguem, precisamos ter alguem que gostamos e viver cada momento como se fosse o ultimo.
E desejando que cada momento não seja o último.
E oferecendo  sempre  mais um momento.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

A loba - Alcione

UMA LOBA COM SETE MIL VIDAS

Bom dia, eis minha promessa para hoje.
Um bom dia, com o corpo em chamas  e alma lavada.
Vejo-me resnacer a cada dia...
Não sou gata nem sou fenix...sou só uma loba com sete mil vidas.
Renasço a cada dia.
Meu quarto, meu espelho , meus cremes,minha cama ,meus lençois, meu travesseiro,
minha camisola jogada ao chão todos dias quando acordo.

Meu corpo cada dia mais entregue aos meus caprichos.
Me amo, me basto...
Meu toque me desperta, meu cheiro...

Rolo na cama olhando cada pedaço de mim.
Me beijo, me amo e me levanto.
A vida é para se viver em pé uma loba de quatro uma mulher de dois.
Mutante sempre...
E de frente com a realidade de meu espelho me enxergo como realmente sou MULHER.
Escolho minha roupa, hoje tenho que buscar a minha vida lá fora.

Um vestido amarelo decote em V , saia esvoaçante, sandalia de salto alto de cor bege.
no pulso uma fina pulseira de ouro, no dedo minimo um anel de pedra rosa ( cor do amor).
Cabelo preso num rabo de cavalo., nuca exposta...perfume de jasmim.

Minha bolsa a chave do carro., no caminho Alcione  canta para mim
..uma sorveteria acalmará minha chama e minha alma ficará cada dia mais livre.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Preciso me encontrar Marisa Monte

PRECISO ME ENCONTRAR

Bom dia meu diario,

Aqui estou eu... rsrsrsr.
Não rias de mim, sim...aqui estou eu.
Acordada e nua em frente ao meu espelho,me olho, me vejo, me desejo.

Me beijo...

Percorro meu corpo, tenho que ter certeza de mim.
Com a pele arrepiada sorrio para mim mesma.

Quero me amar...

E como uma gazela estendo meus passos até a cabeceira de minha cama e lá ligo minha musica.
Volto e rodopio, bailo pelo quarto...
Jogo-me sobre minha cama enquanto 'Marisa Monte" pede para deixa-la ir...

Meu coração aos pulos mescla minha emoção.
O que sentir? Amor, desejo, solidão, paixão ou o que?
Não importa...
Quero amar...
Quero paz...
Quero felicidade...
Quero me dar...
Me reviro, me contorço, me desejo, me amo.
Danço ...
Depois que eu me encontrar...eu vou te procurar.



DEVOÇÃO

Não é preciso que me fujas - Tenho
Tua lembrança como  -Devoção
E tua graça espiritual - Mantenho
Integralmente no meu - Coração
Não é preciso que me fujas - Pense
No meu amor que tem uma  -Força imensa
Que só as coisas santas -Podem ter
Pense no alto poder do meu -Desejo
E estão nos meus olhos e - Eu te vejo
Todas as vezes que te -Quero ver.

Roberto Santos

sábado, 24 de setembro de 2011

For Your Love - Stevie Wonder (Com Tradução)

CAVALGADA

Meu diario...
Aqui estou eu, sim...aqui estou eu.
Com o coração aos saltos...
pulando no peito, sonhando, desejando...

O meu coração bate como o de uma criança quando vê um brinquedo. Estendo meus braços para recebe-lo e vibrando, vibrando de contentamento.

O meu coração bate como o de uma adolescente, apertado, sofrido, sonhador e apaixonado quando sonha com seu primeiro amor.

O meu coração bate como o de uma jovem que conquista a sua primeira vitoria e  mostra ao mundo que pode vencer.

O meu coração bate como o de uma mulher que dentro as sua conquistas , se vê em meio a um deserto domando o seu primeiro  cavalo selvagem...
Se aproximando, deixando com que ele sinta seu cheiro, mansamente deixando que ele a veja...
passando a mão suavemente pelo seu dorso...se estendo até a crina, descendo pelo seu pescoço.
Ele refuga, então me recolho, aguardo e recomeço em gestos mais  lentos para ele se acostume.

Desta vez vou mais longe e levo minha até a sua cara e aliso , aliso e sinto a suavidade da sua pele de seu pelo, sentindo exitada com toda a situação .
Ele se assusta e  foge...corre pela areia quente do deserto, enquanto eu fico parada olhando, admirando seus musculos que se mexem e uma forma hipnotizante, sua crina ao vento... observo por não sei quanto tempo a sua fuga.
Então com o coração já cativo ele volta, cansado, suado e aceita o meu dominio, rende-se.
E eu, monto sobre ele no corpo em pelo ...partimos juntos numa corrida sobre a areia quente , o sol ardente ,sentindo cada musculo seu numa deliciosa cavalgada...
Somos livres, estamos livres...não se trata de posse mas sim de junção de espiritos de identificação.
E por quanto tempo não sabemos mas fomos levados a exaustão...suados paramos e compactuamos a nossa união.
Dois espiritos livres ,selvagens e felizes!


Soneto de Fidelidade
Vinicius de Moraes

De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

domingo, 18 de setembro de 2011

Alcione-Quando O Amor Bateu Na Porta (Ao Vivo )

PRENUNCIO DO CIO

Querido diario hoje quero te  contar um sonho que tive,
sonho este onde a fantasia e a realidade se fundia...

Acordo de meu sono, e entre meus lençois e travesseiros
me vejo completamente nua.
Meu corpo transpirava e meu cheiro me arrepia.... das pontas dos pés até meus seios que estavam rigidos , me pus a  buscar na mente o porque disto tudo.
E assim...me arrastei lentamente buscando o ar puro e fresco que a manhã me trazia.

E então caminhei para a  varanda do quarto e lá avistei um sol ainda preguiçoso abrindo seus braços tentando me aquecer.
Me olho mais uma vez e minha nudez me intriga.

Caminho mais um pouco abro meus braços...sim e num passo de mágica me vejo  voando como uma gaivota.
Subo  bem alto e a sensação de liberdade, o ar , as nuvens, os raios de sol...tudo se completa e me completa.

De repente dentro deste vôo avisto o mar e então desço num vôo rasante  e meu corpo nu mergulha nesta imensidão.
Aquele mar que  me alimenta...nadando posso ver a sua beleza  e a sensação de liberdade permanece  agora sob as aguas de um mar verde.
Dando sequência nado até  a praia quando saio e vejo em mim o mesmo corpo nu se transformando em musculos torneados e bronzeados , e meu sangue começa a ferver nas veias e percebo que já havia tido esta sensação antes....

Sim o sangue da lôba escorre .
Prenuncio do cio, estou de volta a floresta mãe onde meu instinto me diz que preciso construir o meu bando.

Meu cheiro issala no ar e a mãe natureza me alerta que devo me preparar para ter o encontro com a minha outra metade.
O  meu lôbo...que disputará a minha companhia.

sábado, 17 de setembro de 2011

Os lobos acasalam na Primavera e no Verão

Os lobos acasalam na Primavera e no Verão, e o casal permanece junto o resto da vida. Reúnem-se em bandos durante o Inverno, sobretudo para caçarem em grupo. O famoso uivo do lobo é o sinal para o bando se reunir. Quando a vítima, um veado ou um porco ou uma ovelha são descobertos, a caçada é comandada pelo chefe do bando. O lobo consegue comer 5 a 6 kg de carne por refeição.
Pertence à Ordem dos Carnívoros e à Família dos Canídeos. Tem cerca de 1,40 de comprimento mais à volta de 50 cm de cauda, uma altura de 90 cm e um peso que pode atingir os 40 kg. A cabeça é grande, as orelhas são pequenas, as mandíbulas longas e o rabo comprido e felpudo. A coloração do pelo vai de preto a quase branco. Uma alcateia geralmente tem cerca de 12 animais, incluindo pais, filhos e parentes adultos. O macho ajuda a cavar uma toca subterrânea e um túnel que leva até ela, sempre perto do topo de uma colina, com uma visão clara do campo em volta. É um animal veloz, chegando a atingir os 70 quilómetros por hora.
Entre Abril e Junho e dois meses depois do acasalamento nascem de 3 a 9 filhotes. Entre as 4 e as 6 semanas são desmamados, e os pais regurgitam comida para eles. Entretanto vão aprendendo a caçar, permanecendo a família junta até que cresçam. Os laços familiares nestes animais são bastante fortes, uma vez que a união do macho com a fêmea é para sempre. Se um dos pais morre, o sobrevivente acumula as tarefas.
O seu tempo de vida oscila entre os 16 e os 20 anos.
Na Península Hibérica os 1500 a 2000 exemplares ainda existentes encontram-se refugiados em zonas montanhosas e agrestes na metade ocidental.

Nada me separa deste amor...

Nada me separa deste amor...

Que chegou  mansamente  sorrateiramente,
 direcionado e forte,
De forma simples e sem alarde.

Se instalou como um posseiro
e passou a adubar minha terra
fertilizando-a.
E com sua  raiz profunda
cresceu e ramificou,
abraçou todos os meus orgãos
estrangulando os maus sentimentos
deixando somente o seu fruto.

Me envolveu, me possuiu
e nunca mais me abandonou.
e envolta em seus braços
nunca mais  tive medo...

Uma arvore de tronco forte
de raiz profunda
de frutos doces
e sombra frondosa.



O PEQUENO PRINCIPE

O verdadeiro amor nunca se desgasta. Quanto mais se dá mais se tem.

Amar não é olhar um para o outro, é olhar juntos na mesma direção.

Mulher: a mais nua das carnes vivas e aquela cujo brilho é o mais suave.

É o mesmo sol que derrete a cera e seca a argila.

Apenas se vê bem com o coração, pois nas horas graves os olhos ficam cegos.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Love Me Tender

VOCE SABE RECONHECER UMA LÔBA?


No Xamanismo o lobo representa Amor, relacionamentos saudáveis, fidelidade, generosidade, ensinamento e habilidades sociais.  O lobo é um animal com inteligência social e sentidos extremamente apurados. Sua habilidade de sobrevivência depende totalmente da cooperação de sua matilha. Seu comportamento segue uma hierarquia que segue uma ordem de comando. Cada lobo sabe o seu lugar e suas responsabilidades. Eles possuem um método complexo de comunicação que envolve linguagem corporal e habilidades vocais. Se você possui alguma dificuldade em se expressar, tome algum tempo estudando os lobos. Eles lhe ensinarão a melhorar suas habilidades de comunicação verbal com uma linguagem corporal apropriada. Eles lhe ajudarão a alcançar seus objetivos por meio de campanhas cooperativas. Sua mensagem é o poder para ensinar e compartilhar informações.
Quando um lobo é visto no campo ele simboliza  liberdade. Apesar da propaganda negativa, eles são muito amigos e possuem os sentidos extremamente evoluídos. Portanto, além de inteligentes possuem um excelente sentido de olfato, audição. Eles normalmente uivam para encontrar os outros membros de seu grupo ou para avisar outros de seu território.

Se um lobo entrou em sua vida, então é hora para compartilhar  seus conhecimentos ensinando, escrevendo e dando palestras. O lobo sempre encontra  uma maneira para aprender de algo corriqueiro e assim, nós podemos também descobrir novas verdades e compartilhá-las, ao explorarmos os caminhos escondidos de nossa consciência. Pode também estar sendo cobrado que você reexamine sua relação de dependência e independência. Por ter uma organização social muita desenvolvida, ele lhe ensina a equilibrar as necessidades de sua família e as suas próprias. Eles são muito leais e jamais abandonarão o grupo.
Se uma bando de lobos ameaçadores aparecem em seu sonho é um indício claro de que seus instintos estão trabalhando por baixo de seu nível moral. Deve tratar de vencer a negatividade de suas paixões. Seus tormentos emocionais ameaçam te tirar do sério; se é somente um lobo que você combate e vence, e um anúncio de uma vitória sobre suas paixões e o fim de uma situação turbulenta.

Na mitologia germânica era considerado como sendo um dos animais de Wotan; na mitologia grega pertencia à Apolo o deus do sol, o princípio da consciência. Era ainda considerado como sendo um animal de todos os deuses da guerra.

Quando em sonhos de mulheres, a figura do lobo pode representar o animus ou a atitude devoradora que as mesmas podem ter ao serem possuídas por ele, pois em seu aspecto negativo ele é um animal bastante destrutivo, que simboliza o princípio do mal e do demônio... O lobo é tido como um elemento feminino que vive ansioso pelo peito e que quer constantemente que lhe retirem a sensação de fome, e podendo então aparecer a sua imagem simbolizando uma paixão regressiva.

 

terça-feira, 13 de setembro de 2011

UM PEDIDO - Do That To Me One More Time

A FELICIDADE POR MEIA MENTIRA

Olá meu diario,
Hoje eu não quero postar a minha dor.
Quero fingir que estou feliz, pois assim pode ser que no final desta página eu até acredite nesta minha mentira.
Não quero citar o que me aflige porque voce meu diario sabes muito bem.
E se um dia suas paginas se abrirem para outroalguém, eu não quero que voce conte o que me afligiu.
Não...não fiz nada de tenebrosso.
Não fiz nada que pudesse me comprometer...talvez eu possa dizer que não fiz nada.
E por este motivo eu prefiro ficar hoje só eu e você cumplices nesta mentira.

Estou feliz!

Posso buscar a felicidade que senti...pois ela já pousou em minhas mãos.
Posso buscar lá atrás nas mãos do responsavel as poucas horas em que me senti feliz.
E assim não precisarei mentir por inteiro.
Ficarei feliz na lembrança da memoria do dia e da hora em que pude ser feliz.
Ai meu diario, foi tão bom.
Eu nunca pensei que pudesse ter nas mãos este momento.
Ter o carinho , o aconchego, a proteção ,o abraço que eu não conhecia.
É...eu posso não estar mais, mas  já estive feliz.
Já estive!
Acredite! Sim...foram por poucas horas.
Mas eu pude ter este momento.
Então me desculpe, mas vou fechar meus olhos.
Sabe porque?
Porque não posso escrever de olhos fechados.
Mas posso recordar....e assim quem sabe eu não precise mentir.
E volte a ser feliz com as minhas lembranças.
Feche também sua página, e deixe-me te abraçar, assim sentirás o meu coração pulsar
e voce poderá junto comigo sonhar  e  acreditar que estou feliz!

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

She - Legenda Traduzida

UM VÔO

Hoje senti-me como um passáro...
Livre e podendo voar...
Dentro de quatro paredes  posso ver o céu...
De braços abertos...
De olhos abertos...
De coração aberto posso ver o seu céu...
Poder  toca-lo.

Poder sentir o calor do seu  sol queimando meu corpo.
Poder  sentir o seu  gosto...o  seu gosto em minha boca.

Sua força contra as minhas asas abertas me transportam cada vez mais alto.

Sim,  sou um passaro livre voando pelo céu de um quarto...

Sentindo a chuva caindo sobre o meu corpo...me molhando toda .

Seus raios e trovões ecoando em meus ouvidos.
me mantendo  presa na corrente do seu ar.

E por horas travamos este delicioso vôo...
Onde minhas asas recebiam o seu comando.
Para enfim repousar sobre as suas nuvens,
E ser abraçada por ela...para que o  meu corpo de passaro
descarregue  sua eletricidade e vá  se acalmando.

 E receber  o gozo da paz!

domingo, 11 de setembro de 2011

Tony Bennett "Where Do I Begin" ( Love Story )

DESEJO DE LOBA


Aqui estou eu, a lôba!
pele, corpo , alma e desejo.
O desejo de amar o desejo de fazer amor.
O desejo de viver um grande amor.

Se a mulher deu passagem a loba,
se a loba fortaleceu a mulher.
É porque agora existe uma pessoa pronta.
Um corpo talhado para viver,
uma alma preparada para a entrega
um espirito cheio de amor.

Deixo cair a pele da loba
e exponho o meu corpo fragil
totalmente desarmado
receptivel ao que chamas de amor.
Ao que desejo como sexo.

Pois não sou animal solitario
Sou uma femea que necessito de um companheiro.

Não é puro sexo, por mais que a carne grite.

A alma , o espirito estes necessitam do algo mais , necessitam da fusão de energia, da cumplicidade , do ser que me completa.

De compartilhar contigo meus segredos...
Seja no topo de uma montanha,
aos pés de uma cachoeira,
sentados em uma mesa.

Então?

sábado, 10 de setembro de 2011

Especial 40 anos: Sandy e Caetano Veloso

DECIFRO NUM FLASH

  Sentada a beira da piscina, ouvindo minhas músicas.
Vendo meu lindo cachorrinho brincando...
Olho meu jardim que volta a florescer, anunciando a chegada da primavera.
Dentro do meu biquini branco desfruto do sol que me aquece e anima.
Minha querida empregada me enxe de mimos.

Em meio aos meus livros e pensamentos passo minha tarde,
tranquila, suave, bonita.

Me sinto tão forte, tão feminina.
Me enxergo aos extremos,
um mix de doçura e fortaleza.

Começo a pensar que serei dificil de achar um companheiro.
Um sorriso desponta em minha face...é amiga, voce está cada vez mais complicada.

Onde estará este lôbo que pode te preencher?
Me levanto e vou para a piscina...
preciso da agua, a agua que me inspira e alimenta.

A musica me embala e num mergulho deixo meu corpo ir ao fundo.
Lá permaneço até precisar do ar, subo respiro...e retorno
adoro a liberdade que ela me dá...
e num flash vejo os braços da mãe natureza ...abertos
e seu sorriso enigmatico agora se decifra.

Estás livre!
Entendo,
Minha alma é minha,
 Meu espirito é meu ,
Meu corpo é meu e eu o entrego
 somente para quem eu quiser!
Sou finalmente a lôba...completamente a lôba!

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Começaria Tudo Outra Vez...Maria Bethania

VAMOS DANÇAR?

Olá meu diario!
Meu diario...
Sua páginas vazias me parecem um tanto amareladas pelo tempo...
Quanto tempo faz, quanto tempo meu diario.
Olho para você e me sinto tão madura.
Será que ainda devo registrar em suas paginas os meus dias como sempre fiz?
Me sinto tão infantil, ou melhor...não me sinto mais tão jovem para depositar em ti os meus segredos e desejos.

Mas também...sinto em você um amigo fiel.
Deixa-lo seria um ato de traição...de abandono.
E assim, com minha caneta em punho volto rabiscar as suas páginas.
Que me recebem com o mesmo carinho e atenção que me dispensaram somente a vida toda.

Hoje eu estou com o coração pulsando...pulsando...pulsando.

Meu desejo de ser e estar é grande , quero  ser eu...
quero estar no meu lugar...
Quero ser vista como a mulher que sou...por olhos que realmente me enxerguem
Não quero homens imaturos, inseguros, impotentes, canastrões, verdadeiros idiotas.

Hoje as palavras que saem de minha boca são navalhas...
Sou franca , direta, objetiva.
Que não venha a mim, em busca de fantasia...
Que não venha a mim atrás de colo...
Que não venham a mim achando que podem suprir a minha carencia.

Hoje a lôba, é uma mulher completa , segura ciente do que deseja.
Posso assustar quem se aproxima , mas quem ficar saberá o que tem a receber.
Fraqueza não mais...quero fortes, pois estou forte.

E assim...a lôba que sou, conduz!

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Michael Bublé - Hollywood (OFFICIAL Video)

CONTAGIANTE

Abro meus olhos e uma  sensação me invade.

Meu corpo para afundado em meio aos lençois de cetim branco, meu corpo dentro da camisola de seda desliza pela cama que me devora em carinhos e caricias.
Minha pele meu cabelo parecem sorrir e se renderem a este momento.
Parece  que há muito tempo ele não saiba o que era dormir numa cama macia, com travesseiros de pena de ganso.

Não...eu não vou me levantar, este momento esta sendo muito mágico para ser interrompido.
Quero desfrutar de muitos abraços e caricias.
Até então enfim, ligar a minha música  e me levantar lentamente  saboreando as ultimas caricias do lençol ,e num gesto habitual deixou a camisola cair vagarosamente pelo meu corpo, deslizando pelos meus seios, passando pela cintura, levemente enroscando nos quadris, indo para  a coxa, chegando aos joelhos e finalmente se acentando em meus tornozelos, que tratam de se libertar para que a caminhada até o banheiro seja iniciada.
Meu espelho me acena com meu reflexo.

Dançando eu vou para a sua frente...
E num ritmo sensual quebro os meus quadris flexionando meus joelhos.Sensação, sensualidade aflorada...sim sou eu.

Me amando , me bastando...me desejando.
Estou feliz e sou capaz de contagiar!

Entro em minha banheira de aguas preparadas com sais e petalas de rosas e minha esponja explora cada curva do meu corpo.
Meus cremes estes me lambem me deixando com a pele humidecida.
E finalmente meu closed.
Um macação de seda estampada de cintura marcada e decote avantajado me atraem.
Sandalias de tiras vermelhas uma bolsa tiracolo com argolas douradas.
Cabelos presos num rabo de cavalo bem alto para expor a minha nuca.
Argolas de ouro, braceletes e anéis.
Uma costa nua exibe o meu bronzeado. Um jato de perfume  de Jasmim no ar caindo sobre meu corpo.
Meus olhos escuros e as chaves do carro.

Hoje eu não tenho hora para voltar.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

CANÇAO DO MAR

DE VOLTA A VERDADEIRA SELVA.


O que completa um ciclo de uma lôba?
O que me falta para atingir a minha plenitude?
A uma lôba que completamente selvagem adquiriu a sabedoria da sobrevivencia,
foi dada a independencia.
 Com seus pés descalços é capaz de pisar em terrenos diversos sem se ferir.
Que sabe  e pressente os movimentos e comportamentos dos outros animais.
Que tem força suficiente para abater sua presa.

E o que me falta?
A mãe natureza abre seus braços....
 a mãe natureza , abre seus braços...
E me aponta o mar ..
Olho, e com o coração apertado pergunto:
-Porque?
 Ela continua com os abraços abertos.
Então, pergunto novamente e desta vez tento o argumento.

Não completei meu ciclo...
Ainda me falta um amor...
ainda me falto o fruto deste amor...
ainda me falta tanto...
 Mas a mãe continua com seus braços abertos me apontando o caminho de volta.
Caminho cabisbaixa até chegar a areia branca de um mar verde e calmo que bate
nos rochedos de uma forma lenta e suave.
As areias pelas quais caminho estão macias aos meus pés.
Olho para trás e vejo a mãe ainda de braços abertos...
Com um sorriso que não consigo desifrar....

Me devolves ao mundo e ainda sorri? Não consigo enxergar a magnitude de teu gesto.
E ao  caminhar de pés descalços vou encontrando pelo caminho .

Um pente...
Para pentear meus cabelos.

E caminho...
E mais a frente sobre as pedras   avisto um vestido vermelho longo de saia rodada...
Para cobrir o meu corpo.

caido na areia um cordão de ouro
para adornar meu pescoço.

Continuo fazendo meu caminho ainda olhando para trás tentando entender.
Meu coração ainda está doendo...

Um par de sandalias
me trazem lembranças de um passado tão distante em minha mente.
Mesmo assim as calço.

E num caminhar de sensualidade me vejo .
E caminho...
E caminho...
 E caminho...

Não...não vou atravessar calmarias e nem tempestades.
Não vou por aguas profundas ... a mãe natureza me ensinou.

Vejo parado  nas pedras o meu corcel.
Nele eu monto e parto.

Meu ciclo não terminou porque tenho uma vida toda pela frente.
E eu estou só começando,pronta para enfrentar os desafios que vida tem a me oferecer.
Estou de volta a verdadeira selva.

Quanto aos braços da mãe....eles estarão sempre abertos para mim.




terça-feira, 6 de setembro de 2011

Buscame-Jean Carlo Canela

REFLEXO

Com os pés no chão...
 Com o corpo nu e dourado pelo sol...
Com os cabelos soltos jogados e selvagens...
Com as garras e presas afiadas...
Com os sentidos aguçados...
Com a coragem e a confiança adquiridas...
Com o conhecimento qua a mãe natureza me passou...

Caminho pela mata.
Caminho tranquila suave sempre em busca do algo novo...
Ao me aproximar do rio paro em sua margem e ao toca-lo vejo o reflexo da minha imagem.

Ali estou eu...
Ali estou eu refletida nas aguas claras e cristalinas...
Meu espelho!

Recordo -me do meu espelho onde todas as manhã  refletia -me levantando a minha auto estima.
De  repente uma nostalgia toma conta de mim...

Uma loba selvagem que aprendeu ser independente, se vê no reflexo das aguas.
E então deitada a margem daquele rio  ela olha para o infinto e num gesto de proteção,
lambe seu proprio  corpo suavemente dando a si todo carinho que desejado.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Musica de Suspense - Terror RequiemForDream

O DESPERTAR DO INSTINTO

Hoje ao andar pela mata  sentindo os diferentes cheiros que me vinham ao nariz um deles me despertou.
O cheiro de medo dos animais menores...
Parei...
E começei a saborear aquela sensação.
Entrou pelas minhas narinas como o desperta de um instinto, foi direto para os meus  pulmões que ao se imflarem
mandaram para o meu cerebro uma ordem que nunca havia recebido antes.
Despertou todos os meus sentidos.
De repente meu estomago gritou de fome.
E a necessidade de transformar aquele cheiro em gosto me fez salivar.
Era como se eu tivesse que correr um grande risco e dele sair vitoriosa.
Um vencedor e um perdedor.
Acima de tudo a busca pelo alimento.
Matar ou morrer é a lei da sobrevivencia na selva.
Então me posicionei, deixei em alerta todos os meus sentidos.
Não tinha uma folha que caisse ao chão que eu não percebesse.
Caminhei com toda cautela até avistar a minha vitima.
E mesmo antes que ela percebesse o que estava acontecendo dei-lhe o bote certeiro.
Pronto...
Consumado a minha natureza.
Minha ousadia estava apenas começando...
O gosto fora saciado por hora.
A mãe natureza me passou mais uma lição!


domingo, 4 de setembro de 2011

Johnny Cash Hurt


OS SENTIDOS DA LÔBA

O mes de Setembro está mexendo com os meus sentidos.
É o anunciar da Primavera.
A mãe natureza busca me ensinar a sobrevivencia.
Percebo  na escuridão da noite, ao caminhar pelo mato,
subindo a montanha , buscando aproximação com a lua
que minha visão esta super avançada.

Em passadas lentas caminho...
a brisa do vento da noite balançava meus cabelos
 arrepiando minha pele nua.
Leves  pegadas  de pés descalços.

Sou capaz de ouvir o cair das folhas.
Sozinha caminho...
Sozinha vou em busca do meu destino.
A mãe natureza me mostra o caminho.
Subo no mais alto pico da montanha.
E ali preparo o meu uivo.

Olho a lua... olho em minha volta.
Olho lá do alto e observo o infinito.
Vejo, sinto, pressinto cada presa , cada animal em minha volta.
Não...ainda não é chegada a hora de soltar meu uivo.

Os braços da mãe ainda estão me amparando.
E de cada dia tirarei uma lição!

sábado, 3 de setembro de 2011

Entre a serpente e a estrela!


NOS BRAÇOS DA MÃE


Acolhida pelos braços da mãe natureza eu prossigo a minha viagem.
Embrenhada pela mata adentro...vejo o dia passar .
Parto em  busca de abrigo.

A noite se anuncia  e por entre as matas avisto uma caverna, onde me recolho até ver os primeiros raios de sol ressurgirem...os cantos dos passáros me mostram que mais um dia se desponta.
A alegria da natureza vem com uma paz infinita.
Me levanto e sinto uma disposição que nunca tive...uma mistura de bem estar com liberdade.

Os braços da mãe me dão a certeza  de que não estou só.
Mas também me mostram que a solidão é estado de espirito.
Tanta coisa que meus pés descalços estão aprendendo...
minha nudez de lôba, meus cabelos selvagens...minha pele dourada
é uma transformação total.

Busco por mim, e me  encontro no meu do nada abraçada por tudo a minha volta.
Os animais correndo , os passaros voando, as folhas batendo ao balanço do vento.
O sol despontando seus raios...olho em minha volta e procuro pelo rio que havia me banhado no dia anterior.

Em aguas limpas me banho , com frutas colhidas no pé me alimento e com a natureza aprendo a lição da vida.

Selvagem sou, selvagem estou... lôba!

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Sandy - Clipe Pés Cansados - Oficial (HD)


COM OS PÉS DESCALÇOS


Caminhando com meus pés descalços, pelas terras adentro .
E com o meu corpo nu.
 Vou descobrindo os encantos que a vida tem.
Hora verde , hora rosa, hora branco ,
 o arco iris se forma perante meus olhos.

Percebo minha busca...
Meus cabelos longos agora tomam formas selvagens,
meu corpo está ainda mais torneado.
Minha pele de tonalidade fixa num dourado especial.

Estou sozinha, mas não me sinto só....
Estou integrada a natureza, talvez fosse isto que eu sempre busquei...
Caminho por horas, até que a fome me atormenta
e então busco pelas frutas silvestres.
Sento sob a sombra de uma arvore, como e adormeço...

Entreguei-me a exaustão da travessia....
A sombra , o vento fresco a maciez do mato,acalentam meu sono.

Então sonho...
Sonho com o espirto da liberdade que me trouxe até aqui onde eu posso ser verdadeiramente eu.
Correr livre, com os pés no chão, viver onde a vida não tem preço.
Estar em comunhão comigo mesma.
Me amando,
me amando,
 me amando!
Assumindo completamente a loba que sou.

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Sol de Primavera (Reeditado)


QUANTAS CORES TEM A NATUREZA AOS SEUS OLHOS

Atravessei o oceano...
A vida passou por entre  os caminhos trilhados.
ondas ,
correntezas,
 calmarias,
tempestades.
Dias sol e de chuva...
Noites escuras e noite de lua...
Atravessei o oceano.
Sua voz ecoava em meus ouvidos, e  eu te  perguntava :
-Se me negas, então porque me chamas?

Podia ver o seu rosto.
E a pergunta gritava
E o semblante turvava .
O coração renegava o que a razão delatava.

Atravessei o oceano...

Em busca de uma resposta.
E então quando cheguei no encontro das aguas...
onde o rio desemboca no mar.
Pude ver a terra firme e voltar a pisa-la
.
Agora sim...
Pés no chão...
O colorido  da natureza me encanta os olhos.
Não só pelas cores que tem mas pelos sentimentos que disperta em mim.
Areia branca, terra vermelha, céu azul...
Verde dos matos, colorido da flores, das frutas ...
nuances do verde, cor viva do branco...
Os animais...

O sal que me trouxe até aqui nesta transição....
vai dando lugar ao doce das aguas do rio...
Que banham meu corpo
Musculos fortalecidos , pele curtida de sol 
 Desta longa  travessia...
Vou recebendo a leveza do doce...
Ainda nua...
mas com os pés no chão, pisando em terras firmes.

Posso ver a primavera chegar...
E dela me visto com  a flor no cabelo.