Total de visualizações de página

sábado, 30 de janeiro de 2016

BACO



Os passos de Korinna pareciam mais uma coreografia aos olhos de Mister Gordon que brilhavam ao observar sua aproximação ( dava para perceber o descompasso da sua respiração). Só que Korinna estava tão tomada da sua própria emoção que seu extinto de Senhora de Hades não funcionou .
Bom dia menina Korinna, pontualidade é algo que aprecio!
Bom dia Mister Gordon, costumo respeitar meus compromissos. Responde ela de imediato e com a frieza necessária para aquele momento.
Mister Gordon inclinou a cabeça e beijou de leve a mão da Senhora de Hades, Seus olhares se  cruzaram mas são interrompidos pela  voz do maitre que oferece a cadeira a Senhora de Hades. Uma trégua crucial para aliviar a tensão deste encontro que muito promete.
 O olhar de Mister Gordon é   observador e isso a  deixa  com o coração aos pulos.
Então Mister Gordon a que devo a honra deste convite pergunta ela.Não conhecia este lugar, muito aconchegante e elegante... Dispara sem dar tempo a ele de responder a primeira pergunta.
Mister Gordon  um homem experiente percebeu o nervosismo disfarçado de Korinna. Aquela linda moça estava lutando para resistir ao seu charme. E aquilo o deixou envaidecido.
Com a voz baixa, suave e grave responde:
-Achei que este ambiente tem tudo a ver com você. É bonito, elegante, atraente  e aparentemente bastante aconchegante. Estou certo?
Korinna enrubesceu, não esperava por aquela colocação tão direta. Mau começamos e ele já está jogando pesado. Então Mister Gordon lhe aborda comentando, tomei a liberdade e a indelicadeza de escolher o vinho sem  a sua presença. Dando sinal ao maitre para servi-la.
Um brindeLeia Mais:http://www.estadao.com.br/noticias/geral,o-brinde-tintim: Saúde, santé,salud. Não importa em qual língua, o que importa é este momento.
Korinna se incendeia em rubor mas mantendo firme sua taça e dando aquele homem o aval para prosseguir, nem mesmo a Senhora de Hades consegue resistir.

Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no TwitterLeia Mais:http://www.estadao.com.br/noticias/geral,o-brinde-tintim-por-tintim,3937
Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no TwitMister Gordon, continua marcando ponto no jogo da sedução.

  Respondendo a sua pergunta, acho que não precisamos de motivos para almoçarmos juntos. Estar ao seu lado já é uma grande razão.
Desculpa Mister Gordon,pensei que se tratava de um almoço de negocio.
Tratasse de um encontro pessoal menina Korinna.
Ela enrubesce novamente ainda mais desconcertada, e pede para que ele não a chame de menina.
Não sou uma menina Mister Gordon.
Ele explode numa gargalhada e responde: Me desculpa,está bem minha querida!
O que faço? Pensa Korinna cada vez mais confusa com aquela situação.
Estou presa numa teia, meu corpo arde , meu coração não me obedece, minhas mãos desejam a dele, meus olhos devoram sua boca num apetite feroz.
Seus olhos se fitam e o sorriso de Mister Gordon desaparece do  rosto e  num xeque mate ele diz: Korinna você mexe muito comigo!
Seus lábios num repente estão tão próximos aos de  Korinna  que ela consegue sentir sua respiração, o cheiro, o calor daquele homem sedutor é irresistivelmente desejado por seu corpo, sua alma e seu coração.
Mister Gordon... Diz ela com a voz tremula.

O telefone  de Korinna  toca assustando a ambos, seus  olhos  desconcertados tentam se recompor... Korinna pede desculpa e ele diz  para que atenda ao telefone. A observando e aguardando.
Temos um problema sério em sua empresa Senhora, me desculpa, mas precisamos da sua presença, (Diz a voz do outro lado da linha).
A Senhora de Hades, fita Mister Gordon e explica em poucas palavras que necessita se retirar. O com ainda o calor do momento lhe diz:
-Voltaremos a nos falar!





quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

O ENCONTRO



Dentro do seu jaguar preto a senhora de Hades ajeita o retrovisor, retoca seu batom e segue em alta velocidade ao encontro de Mister Gordon. 

Diana Ross & Marvin Gaye   ecoam em seus ouvidos, e o que deveria acalmar seu coração vai deixando-a cada vez mais tensa. Suas mãos transpiram e seus olhos deixam transparecer a dor de um amor impossível. O desejo da carne faz seu corpo incendiar e o  pânico toma conta de korinna em segundos... A explosão de lagrimas faz que que ela jogue o carro no acostamento da estrada. Desesperada  ela grita: NÃOOOO não pode estar acontecendo isso comigo!!!!
Minha mãe, me ajude, por favor! Esta dor está me corroendo por dentro como um veneno.
Dai-me força para cumprir meu destino!

Passam algum tempo que nem mesmo a Senhora de Hades consegue saber até que suas forças conseguem se recompor . Korinna limpa o rosto, retoca o pó compacto translúcido e o batom vermelho fosco da Dior.  Olha para o espelho certificasse que está impecável. 

Chega ao seu destino, um restaurante aconchegante a beira da estrada com móveis rústicos iluminação baixa e decoração aconchegante e panorâmica de tirar o folego.  Ao se dirigir ao maitre 

 para ironia do destino uma música começa a tocar de fundo  "The Manhattan - Lets just kiss and say goodbye" e  seus olhos cruzam com o do senhor do seu destino.
(Uma verdadeira covardia com o pobre coração de korinna).
 Mister  Gordon veste uma camisa social azul clara e uma gravata de seda da mesma cor , sua barba e cabelo num corte impecável e seus olhos mais negros e profundos  que nunca. Korinna segue em sua  direção como se hipnotizada.

Mister Gordon se levanta enquanto aguarda que se  aproxime  e em seu rosto  um sorriso enigmático. 

Quem sentará naquele mesa, Korinna ou a Senhora de Hades?

https://www.youtube.com/watch?v=UNTPbsV7B4M&list=RDzzg8Vm8rYrs&index=2


sábado, 23 de janeiro de 2016

UMA TEMPESTADE SE ERGUE COM UIVOS E ESCURIDÃO


Enquanto Korinna saboreia seu café preto e amargo seu coração vai entrando novamente no compasso. Suas mãos longilíneas vão procurando no ar seus cabelos negros e lisos... seus pensamentos voam tão longe que seu corpo parece levitar.
Korinna sobrevoa sobre a selva em busca do seu velho pajé. Lembranças da infância, da tribo, das águas doce e forte das cachoeiras...seus banhos longos, os olhares de desejo dos jovens índios da aldeia...
De repente seu senho se fecha e as lembranças da sua origem..." aquela loba sendo perseguida  pelos matos, o desespero , a dor, os olhos de ´pânico e aflição que ela esboçava enquanto corria desesperada. E estampido de um tiro...
Korinna joga a xícara do café na parede moendo em mil pedaços. O barulho assusta seus cães que correm em sua direção. Mas ao se aproximarem somente a observam.

A Senhora de Hades se levanta, a visão é a de  um temporal, um diluvio!
 Zangada, agitada, adentra seu quarto provocando tumulto e desordem. Seus olhos negros conseguem ficar ainda mais escuros, seus movimentos sopram , uivam como vento forte de  tempestade chocando a todos em sua volta.
Cadê meu personal hair, grita enfurecida? (Esta é a Senhora de Hades)

Estou aqui senhora, já cheguei !!!! Responde  o rapaz apreensivo, mas de forma que não deixa transparecer seu medo. -Vamos cuidar destes cabelos e deixa-la ainda mais Diva!

Quero estar irresistível, responde ela.

Seu cabelo lavado e hidratado é escovado e preso num liso e  longo rabo de cavalo.
Sua maquiagem carrega os olhos destacando o seu negror. A roupa é escolhida a dedo... um vestido de linha verde musgo de seda da Balmain, delineia todo seu corpo, com decote ombro a ombro e saia na altura dos joelhos e com bico triangular na altura do tornozelo. A sandália nude de tiras é da Roger Vivier .
Sempre de uma pontualidade britânica a Senhora de Hades se arruma e segue para seu encontro.

Na mente:

"Eu, senhora de Hades! Estou aqui para vingar e não para amar, minha missão não pode ser destruída por um sentimento idiota de um ser mortal!"