Total de visualizações de página

terça-feira, 28 de agosto de 2012

BEIJO BEIJO BEIJO

Mas o que vejo,
Beijo?
Mas o que beijo,
Vejo?
Mas o que esconde por de trás de um  beijo,
Não é só o que vejo?
Pois poderia ser só um beijo...
O beijo, um olhar  o desejo.
O  mistério do beijo  de achar que a vida se torna engraçada ou excitante.
Beijo, beijo com a boca,
beijo com o corpo , beijo com a alma e com o coração.
Meu  beijo, o beijo que traduz o puro do sentimento.
O gosto do beijo, vejo em teus olhos o desejo, no brilho do prazer
ao  roçar  meu beijo que te incendeia o corpo e
te alimenta a alma.
O beijo, principio de tudo...o gosto de um gozo.
Beijo como se neste instante nossos corpos se fundissem.
Pois assim é o beijo, vejo, desejo.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

UM CERTO DOMADOR

Aqui estou eu, aprendi a respirar ao ar livre.
A correr pelos campos e campinas.
A comer quando tenho fome, a beber
das águas pura e cristalina e a me banhar nelas
quando o calor me consome.
Meus músculos são de sustentação.
Meu corpo de pura resistência.
Meu único comando é a natureza.
Sei correr, sei marchar, sei galopar e sei simplesmente caminhar.

O que te faz um domador?
Você já pensou?
Será que para me ensinar a usar uma sela nas costas,
um homem em meu dorso, uma rédea em meu pescoço
é necessário me fazer perder a essência que carrego comigo?
Será que preciso deixar de ser o animal que sou para que possas
me chamar de sua?
Será que para me domar é preciso me castigar, esporear?

Meu domador, seria bem melhor se me deixasse ser eu
e eu seria muito mais tua se soubesse usar do encanto que tem.

E assim eu seria eu e você o meu domador.

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

SUA LINGUA PERCORRE MEU CORPO


Um belo dia para acordar.

Abro meus olhos e me vejo num sonho, meu  lençol de seda branca,
meus travesseiros de pena de ganso, minha camisola solta no chão.
Meus cabelos despenteados e meu corpo nú espalhado sobre a cama.

Olho para a vidraça da janela e te vejo, lindo, sedutor,com um leve sorriso a me acordar.
Entra suavemente pelo quarto e caminha em minha direção, meu coração dispara, minha pele se arrepia...

Fecho os olhos e sinto seu toque, inicialmente  morno  mas sinto que vai  aquecendo conforme me toca.
Sua lingua percorre cada centimetro do  meu corpo , a umidade começa a brotar em minha pele.
Quente , úmido você   sobe por minhas pernas, lentamente te sinto.
Senhor dos seus atos, sabedor do que esta provocando.
Meus joelhos se dobram no desejo crescente que nasce do meu ser, delicosamente faz minha coxa se arrepiar.

Toca minha anca e continua a subir...não abro meus olhos.
 Não quero abrir!
Quero permanecer imóvel...quero sorver cada sensação,  quero te sentir.
E  te sinto!
Sinto uma onda de calor me inundando...sinto sua língua cada vez mais quente.
Estou ardento, ardento de calor...estás me incendiando.

Os lençóis começam a grudar em minha pele e eu...
Eu não quero perder está sensação...vem, não pare agora.
Queima meu corpo todo, deixa -me em brasa.
Minha pele adora ser tocada por você.
Ser sempre sua   a cada amanhecer, te sentir a cada  acordar torna o meu dia perfeito.
Venha sol...ilumina meu dia com sua luz e lambe  minha pele !