Total de visualizações de página

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

O QUE É MELHOR, DAR OU RECEBER?

 
Bom dia meu diário!
Hoje acordo com pressa, o relógio me chama para um grande dia.
Minha cama macia de lençóis branco, meus travesseiros de pena de ganso, minha camisola
de seda marron...todos deliciosamente convidativos a ficar
mas me desfaço deles
pois quero ir ao meu banho, ser lambida pela maciez da esponja e limpa pela agua
morna que escorre por minhas dobras mais intimas.
Sinto a  suavidade dos meus cremes... e caminho nua em direção ao meu espelho
que me olha em silencio, lendo os meus pensamentos.
Minhas lingieres da Fruit de La Passion de seda branca me deixaram bem confortavel
para enfrentar o dia.
Uma saia lápis de seda de  cintura alta preta e branca com uma túnica de viscose laranja de mangas tres quarto. As sandalias de couro de saltos largos. Meu perfume de jasmim borrifado no ar
os cabelos presos num coque frouxo. Meus aneis e brincos de ouro rosé.
Pego minha bolsa , a chave do carro e vou pra cozinha onde minha amada me espera com
o meu suco de abacaxi com hortelã e meu croissant de peito de peru defumado.
Meu lobinho , já esta um homenzinho. Me olha  e carinhosamente  abana seu rabo. Minhas rosas plantadas ao centro da minha sala num vaso de cristal.
Bem...escolho minha musica já sentada no banco do meu carro, ligo o ar condicionado e sigo para as minhas crianças. Elas me esperam ansiosas  juntas com as freiras ...hoje faremos um trabalho inverso.
O natal se aproxima e geralmente esperamos pelas visitas e doações ao orfanato.
 Com a ajuda de alguns  empresários amigos meu patrocinamos uma ação solidaria. Descidimos com nossas crianças que iremos hoje visitar , os asilios, os hospitais e as  familias de rua, pregando as lições de Jesus.
E  doando  brinquedos reformados, cestas básicas,e formando mutirões de samaritanos e reis magos para darmos balas, balões, bolas, piorras, ioiôs, bambolês, bonecas de pano e brinquedinhos de pau.
As nossas crianças estão felizes pois pela primeira vez estão do outro lado da historia , doando e se sentindo doadoras de boas ações!
Assim o meu dia se completa com esta  tão bela ação e intensão.
Posso deitar minha cabeça no travesseiro e sonhar com o aqueles olhinhos brilhando como estrelas no céu.

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

O REINO DA LUA

Meu querido diário.
Meu querido diário...
Quantas divisões existem no mundo?
Quantas subdivisões e subs e subs e divisões mil?
Até chegarmos a um mundo solitário, totalmente avesso ao que sonhamos, idealizamos ou desejamos?
Que mundo é este meu diário, do qual hoje eu não me identifico?

Sou uma loba, parida em um ninho pequeno, escuro, sofrido e pobre.
 Mas não faltava segurança, não faltava carinho, não faltava amor.
Meus medos geravam abraços, minhas lagrimas eram enxugadas com doces lambidas.
Minha solidão era aquecida com um lindo enrolar de proteção.

O mundo dee hoje me parece tão distante ou pior...parece tão irreal.
Hoje sou loba.
E veja a loba que sou, de sorriso largo e coração aberto.

Onde foi parar aquele  mundo pobrezinho e replete de carinho?
Dou carinho e nada recebo,
ofereço meus abraços e sou recusada,
deito meu colo e sou pisoteada.
Meus sorrisos ignorados,
meus sentimentos ignorados,
meus sonhos ignorados...
Cadê meu mundo meu querido diário?

Sou uma loba criada para lamber minhas crias, onde estão?
Sou uma loba educada para servir e sirvo...mas não presto.
Onde estou, quem sou?

Olho para meu corpo nú,
meus seios expostos,
minhas ancas desenhadas,
 minhas coxas de leve torneado,
 a pele empalidecida pela falta do sol que antes me lambia a pele suavemente.
Sinto falta do calor de um lobo,
do calor da cria,
do calor da alcatéia.
Me sinto tão distante do  mundo  em que fui criada.
Pergunto a você novamente meu querido diário:-
Que mundo é este, onde a lua não deixa o sol aparecer?




sábado, 10 de novembro de 2012

UM PÁSSARO SEM PUDOR


Sou uma loba e como tal sempre mantive meus pés no chão...
sempre corri leve e solta pelas florestas e quando queria chegar mais perto do céu subia no mais alto topo da montanha.
Sempre mantive meu corpo nú para poder sentir todos os meus sentidos. E assim cresci, recebendo da natureza
seus presentes.
Do sol seu ardor , sua carência de marcar minha pele
a ferro a fogo me tatuando o corpo.
Da água seu frescor não menos dominador me umidecendo, me estremecendo  e de tão envolvente me fazendo mergulhar
no seu prazer.
Sim...sou uma loba, e pensei que já tivesse vivido tudo.
 Selva, água, sol, e respirado o ar do mais alto topo.

Sabe voar Loba, me pergunta o pássaro.
Você já viu o mundo lá de cima?
Oh, sou uma loba e bem sabes que não tenho este poder.
Quer que eu te mostre?
Não me provoque por favor, depois você não vai querer cumprir.
Sou um pássaro tarado pela vida , sou sem pudor.
Vou sim, vou te mostrar  tudo e pedir para que subas  sobre meu corpo
e  em vôos longos, razantes e alucinantes te farei viajar.
Assim como é o céu, assim como é  a vida.

E eu excitada com a proposta do novo respondo como uma loba no cio :
Não brinque com o meu fogo,sou carente e muito ardente.
Tenho meu desejo escondido e o  meu coração nunca mente.

Se  despertar a minha alma meu desejo adormecido
perderei a minha calma e terei o meu sangue enfervecido.

O passaro olha com seu olhar penetrante e com a segurança de quem sabe o que diz aguarda pela resposta.
E eu uma loba curiosa já convicta do meu aceite
 para  cavalgar nas asas de um pássaro respondo:
- Sim meu amor.
O pássaro friamente  me diz:- Não me chame de meu amor
vai despertar a minha volúpia.

Preciso te levar pro alto  céu e quando lá estivermos...
ai sim serei  o seu dono!

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

SER UM SER NOBRE



Ser um ser nobre!
Ter um coração quente mesmo que no gelo...
O que falta em nós humanos,se não é ser um lobo?
Ah, quando assisti este video, as lagrimas me vieram aos olhos.
Comoção sim, mas principalmente quando me recordo
dos inumeros telefonemas que damos em busca de uma atenção amiga.
Das inumeras tentativas de dar e receber um abraço.
Nas inumeras vezes que postamos algo em busca de um eleogio ou
uma chamada para o dialogo.
Não estamos sós...nos fazemos sós!
Pois não paramos para que alguém possa lamber nossas feridas
que de tão expostas putrefam-se.
Um alô, um olá, um ok...
Alimente minha alma quando preciso de ti...
pois amanhã terás um amigo fiel.
Não se isole achando que tudo pode sozinho,
pois podemos mais e melhor juntos.
Não me ignore como se eu nada fosse,
pois posso ser o seu tudo amanhã.
Ahhhhhhhhhhh, como ser lobo é nobre!
Pois nos ensina que na vida nada somos
se formos um no nada.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

ONDAS GIGANTES DE PRAZER




BOM DIA MEU DIÁRIO,
HOJE ACORDEI COM O CORPO EM BRASA...
ONDAS MUSICAIS ME INVADEM PROVOCANDO
SENSAÇÕES DELICIOSAS.

SINTO-ME COMO ÁGUAS VULCÂNICAS
QUE A MEDIDA QUE CORREM E PERCORREM
AS CAVERNAS SUBTERRÂNEAS VÃO AQUECENDO
E ME QUEIMANDO POR DENTRO.


MINHA CAMISOLA DE SEDA BRANCA COLA AO CORPO
PELO SUOR QUE MINAM POR MEUS POROS DILATADOS.

MEUS CABELOS SE ESPALHAM PELO TRAVESSEIRO
QUE ESCORREGA PARA OS MEUS BRAÇOS E CORPO
SE INSTALANDO ENTRE MINHAS PERNAS
SE ANINHANDO EM MEU CHEIRO.

A SENSAÇÃO DE UMA BOCA ME PERCORRENDO
UMA LINGUA QUENTE ME LAMBENDO PROVOCA
ARREPIOS.

ESTE CALOR QUE INSISTE EM ME QUEIMAR.
AS LEMBRANÇAS, OS DESEJOS, OS PRAZERES
GRAVADOS NA MEMORIA...

A NECESSIDADE DE TER ESTACADO EM MEU CORPO
O SEU CORPO.
SIM MEU QUERIDO DIÁRIO, ESPERO QUE HOJE
ESTA ÁGUA VULCÂNICA POSSA SE RESFRIAR
NO MAR DE UM LOBO QUERIDO, PROVOCANDO
ONDAS GIGANTES DE PRAZER.

sábado, 20 de outubro de 2012

INFLAMADA PELO GOZO

 
 
 
 
 
Acordo eu desnuda sobre meus lençóis de cetim brancos como a neve,
minha camisola insiste em expor meus seios rigos, minhas coxas torneadas arrepiadas pelo ar frio que adentra meu quarto;me acordando para mais  um dia que se anuncia...
A chuva que bate na vidraça da minha varanda me convida a ficar deitada só mais um pouquinho, e a minha mente fertil já imagina um calor  a mais sob meus lindos lençóis. Meus travesseiros viram atores e se transformam em um lindo lobo.
Braços ,abraços, beijos com volúpia se entrelaçam com os
meus cabelos espalhados pela cama
 que balança levemente com o remexer do meu corpo.
 
Uma sensação me invade  e eu me descubro, me levanto,
me dispo e caminho em direção ao espelho.
Paro, me observo nua...cada curva do meu corpo
cada pedaço de pele, cada poro dilatado e inflamado pelo desejo,
desejo de ser amada,
desejo de dizer eu te amo...
Me toco,
uma ,
duas,
tres vezes
e com os olhos em chama descubro
o meu verdadeiro amor...
 
Meu gozo de  amor próprio!
E este nunca me decepcionará.
 
Um homem para mim terá que ser superior
a tudo que eu conquistei, pois não sou mais
dependente nem carente, ele terá que saber
valorizar os momentos,
 os  momentos que
estiver ao meu lado.
 
"SIM JÁ TIVE  PRESSA DE AMAR
HOJE GOZO DE UMA CALMARIA
CHAMADA AMOR PRÓPRIO."
 
 

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

SEU GOSTO EM MINHA BOCA



 
 
Abro os olhos e vejo...
O sol brilha lá fora apesar da chuva que cai.
Minha cama macia me convida a permanecer, mas meu corpo alimentado,abastecido não quer perder um minuto sequer deste sol que brilha lá fora aqui dentro de mim.
Nossa noite foi perfeita.
Ainda sinto em meu corpo e seu peso , o seu cheiro, o seu sabor.
 
Lembranças frescas de uma noite perfeita.
Tua boca sugando a minha, enquanto suas mãos percorriam minhas curvas.
Minha roupa sendo retirada peça por peça.
Você me pegando por trás, me acomodando em seu peito.
Levantando meu vestido de crepe de seda preto, deixando minha pele arrepiada.
Sua respiração forte em meu pescoço se misturva com seu cheiro e seus beijos.
Minha lingiere vermelha de renda preta , já encontrava-se molhada de desejo do seu corpo.
 
Tocas minha coxa e uma contração forte me deixa tonta de tanto desejo.
Abro a boca num gemido quando sinto teu desejo crescendo por mim.
E num gesto rapido me vira e me põe de frente para ele ,
 sua boca começa a percorrer o meu corpo parando em minha intimidade ... me indenciando ainda mais, e quase que por clemência retira minha calçinha.
E  então como uma rosa bordeaux me abro para ele, me entrego ao prazer que me reserva.
Escorre-me o sal ... e ele me cobre deliciando-me.
Seu suor me adoça a boca sedenta.
Quero tudo que vem dele...seu poder, seu desejo, seu gozo, seu suor.
Meu batom vermelho carmim espera pelo momento de marca-lo  e demarca-lo , aquele corpo que é todo meu mostra cada centimetro do prazer que o  proporciono. E eu o quero mais e mais e minha boca o devora como se devora um morango gordo , vermelho e suculento.
E num gemido de posse e descontrole toma-me e se encaixa entre minhas coxas, pressionado-me com furor.
E eu em delirio peço que me possuas.
E assim esgotamos nossa fonte de felicidade, num momento pleno...
 
De repente a empregada bate na porta do quarto, me chamando
para o dia que se inicia...
Tomo meu banho com o corpo ainda em gozo.
Visto um vestido de malha longo branco sobre a pele , prendo meu cabelo num rabo de cavalo, e no frescor da manhã  vou para a cozinha.
Meu suco de abacaxi com hortelã, torradas ,ovos e bacon, minha refeição matinal.
 
Sigo até a sala e lá estão meu vaso de cristal "azul bic" com
 rosas bordeaux e um bilhete:
 
As rosas me fazem lembrar você!
Seu gosto ainda esta em minha boca, com o sabor de quero mais.
 Meu ideal é você.
Minha loba erótica.
 
"As quatro condições elementares para a felicidade são: vida ao ar livre, amor de mulher, ausência de qualquer ambição e a criação de um novo e belo ideal." ( Edgar Allan Poe )."
 
 
De repente eu fico rindo à toa...

sábado, 8 de setembro de 2012

AMOR VIRTUAL






Sentei-me diante de uma tela de computador, e de repente um mundo abriu-se a minha frente....
vejo um mundo encantador dentro de uma rede social.
Pessoas que amam demais, pessoas perfeitas demais, pessoas bonitas demais,pessoas sinceras
demais.
Nossa!! que lindo é viver dentro deste mundo de polegadas.
Mergulho com a alma e reservo-me o direito de sonhar.
Abro meu coração num teclado, falo dos meus sonhos, posto minhas tristezas, ofereço minha lealdade.
A vida ficou tão mais bonita, encontro um amor...
Minha tela trouxe um amor como no tempo de outrora quando buscavamos num cinema, numa pracinha, numa esquina quando íamos a padaria.
Estou apaixonada, um amor virtual. Meu coração pulsa em MEGA, minha alma se teletransporta, meu corpo liga-se automaticamente ao teclado.
O meu "Homonet " tem foto, sua voz vem pelo audio, suas mãos me acariciam através de um teclado e nos amamos através da CAM...
Passo a vive-lo numa ansia de relogio...o tempo não passa quando desligo o PC e o tempo corre em demasia quando estou em sua frente.
Quero ama-lo, toca-lo, senti-lo....ser possuida por este homem virtual.
Venhaaaaaaaaa estou pronta para entregar-me de corpo pois de alma já me tens.
Meu mundo não é mais real, minha vida não é mais real ou o meu real agora é virtual!!
Não quero mais viver minha vida sem graça, monótona, problemática...quero viver este amor que abriu fronteiras, que me levou para outro lado , para um outro mundo....
o mundo dos meus sonhos.
O mundo que desejei...
Oi...
Oi....
Oi, oi você está ai?
pode teclar?
Oi????????????????
(Esta pessoa está offline - suas mensagens serão enviadas para o celular)

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

O INFERNO E AQUI

 
Esta é a historia da vida de uma mulher que teve seu curso alterado por um inesperadosentimento.
 Em um ano em que  o seu casamento  que já vinha deslizando em decepção e com um fim já predestinado. 
Ela  busca a fuga em seus escritos,  descreve seus sonhos com  os quais se  alimentava e aliviava suas dores.

Certo dia por conta destes mesmos  escritos ,  iniciou uma conversa despretenciosa com um certo homem.
Pontos de identificações surgiram, uma conversa inteligente e cativante os  envolveu, sonhos maiores surgiram até o momento onde ela se encontrou como mulher...


Se envolveu, se apaixonou...mergulhou perdidamente e inexperientemente neste sonho tão real.

Atravessou momentos de profundo desespero quando com o coração estourando declarou seu amor por um homem fora do seu casamento.
Momentos de muita dificuldades,  declarar uma separação.
Não ter  nada de concreto com este  seu tão recente e grande  amor. Mas obedeceu seu coração,ela  era fiel.

Perdas começaram a  acontecer ... um mergulho num abismo  foi sua tragetória.

O fim do que não mais existia , o fim do que não começou...
O tempo foi cruel,  pressões , depressões e opressões.

 O que ela achou que seria facil de terminar não foi... passou a ter de  um senhor a um algoz e ela de uma esposa passou a ser tratada  como "puta".
Me perdoe a expressão mas  foi assim que ela passou a ser chamada dentro do seu lar que agora se transformou numa casa vazia.
Brigas, ofensas, ameaças e violências passaram a ser o seu cotidiano.
Ela que sempre teve como compromisso ser o sustentáculo do lar,   perdeu o interesse por tudo.

Mergulhou numa depressão profunda, não conseguia nem mesmo mergulhar nos seus escritos,
só uma voz que   a levava  pedir a Deus que lhe desse a morte.

Mas algo ainda parecia que não estava completo...os dias de lagrimas e desesperos foram longos.
E o seu desespero  maior foi quando  apesar de ter e estar passando por tudo aquilo,  se depara com a verdade que teria de carregar pro resto de sua vida...
Apesar de tudo,
apesar do tempo passado, ela não deixou de amar aquele homem com o qual se deitou.
E ela que em  suas orações  não conseguia pedir perdão a Deus pelo que fez....pois não se pede perdão por amar.
Os meses se passaram... a ferida não cicatrizou , sua vida virou um inferno no qual ela teve que se habituar.
De senhora a puta.

Sua necessidade, o que embalava seus dias  era o desejo de  estar mais uma vez, frente a frente com este homem  e falar sobre o seu grande amor.
Declarar , confessar seu amor abafado e massacrado no peito...
Uma historia sem culpados, sem bandidos e nem mocinhos...e de uma  dimensão desastrosa.
.E apos perdir tanto e inutilmente a Deus por sua morte,

a pequenina  chama da possibilidade de estar nos  braços de seu amado lhe acendaram a alma.
Mas mesmo cega de amor...pode enxergar que na  vida daquele homem não havia tempo para ela.

terça-feira, 28 de agosto de 2012

BEIJO BEIJO BEIJO

Mas o que vejo,
Beijo?
Mas o que beijo,
Vejo?
Mas o que esconde por de trás de um  beijo,
Não é só o que vejo?
Pois poderia ser só um beijo...
O beijo, um olhar  o desejo.
O  mistério do beijo  de achar que a vida se torna engraçada ou excitante.
Beijo, beijo com a boca,
beijo com o corpo , beijo com a alma e com o coração.
Meu  beijo, o beijo que traduz o puro do sentimento.
O gosto do beijo, vejo em teus olhos o desejo, no brilho do prazer
ao  roçar  meu beijo que te incendeia o corpo e
te alimenta a alma.
O beijo, principio de tudo...o gosto de um gozo.
Beijo como se neste instante nossos corpos se fundissem.
Pois assim é o beijo, vejo, desejo.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

UM CERTO DOMADOR

Aqui estou eu, aprendi a respirar ao ar livre.
A correr pelos campos e campinas.
A comer quando tenho fome, a beber
das águas pura e cristalina e a me banhar nelas
quando o calor me consome.
Meus músculos são de sustentação.
Meu corpo de pura resistência.
Meu único comando é a natureza.
Sei correr, sei marchar, sei galopar e sei simplesmente caminhar.

O que te faz um domador?
Você já pensou?
Será que para me ensinar a usar uma sela nas costas,
um homem em meu dorso, uma rédea em meu pescoço
é necessário me fazer perder a essência que carrego comigo?
Será que preciso deixar de ser o animal que sou para que possas
me chamar de sua?
Será que para me domar é preciso me castigar, esporear?

Meu domador, seria bem melhor se me deixasse ser eu
e eu seria muito mais tua se soubesse usar do encanto que tem.

E assim eu seria eu e você o meu domador.

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

SUA LINGUA PERCORRE MEU CORPO


Um belo dia para acordar.

Abro meus olhos e me vejo num sonho, meu  lençol de seda branca,
meus travesseiros de pena de ganso, minha camisola solta no chão.
Meus cabelos despenteados e meu corpo nú espalhado sobre a cama.

Olho para a vidraça da janela e te vejo, lindo, sedutor,com um leve sorriso a me acordar.
Entra suavemente pelo quarto e caminha em minha direção, meu coração dispara, minha pele se arrepia...

Fecho os olhos e sinto seu toque, inicialmente  morno  mas sinto que vai  aquecendo conforme me toca.
Sua lingua percorre cada centimetro do  meu corpo , a umidade começa a brotar em minha pele.
Quente , úmido você   sobe por minhas pernas, lentamente te sinto.
Senhor dos seus atos, sabedor do que esta provocando.
Meus joelhos se dobram no desejo crescente que nasce do meu ser, delicosamente faz minha coxa se arrepiar.

Toca minha anca e continua a subir...não abro meus olhos.
 Não quero abrir!
Quero permanecer imóvel...quero sorver cada sensação,  quero te sentir.
E  te sinto!
Sinto uma onda de calor me inundando...sinto sua língua cada vez mais quente.
Estou ardento, ardento de calor...estás me incendiando.

Os lençóis começam a grudar em minha pele e eu...
Eu não quero perder está sensação...vem, não pare agora.
Queima meu corpo todo, deixa -me em brasa.
Minha pele adora ser tocada por você.
Ser sempre sua   a cada amanhecer, te sentir a cada  acordar torna o meu dia perfeito.
Venha sol...ilumina meu dia com sua luz e lambe  minha pele !

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Love Story - Beethoven - MULHER MADURA EU



Mulher madura eu,
no auge dos meus cinquenta anos, após uma dura separação.
Apos uma dura reconstrução.
Após uma grande paixão...
Após!
Como eu gostaria de estar dizendo que sobrevivi a tantos após...
Mas após e durante o que vivo hoje, me parece tudo tão dificil.
A dor que carrego ainda é intensa.
O amor que desejo ainda  é  incerto.

Mulher madura, força que passa para todos uma fortaleza.
Mas que chora, grita, geme, se desespera e  hurra suas dores dentro da solidão que só o seu peito conhece, minhas paredes e  meu teclado...

Meu grande amor...Love Story.
Uma musica que doi no peito de quem sonha!
Doi no peito de uma mulher madura, que sabe que seu tempo
é valiosamente menor.
Que seus sonhos são imediatistas.

A solidão em que vivo ainda não é suportavel.,
 não é toleravel e muito menos aceitavel.

sexta-feira, 22 de junho de 2012

POSSO TE CHAMAR DE MEU AMOR?

Bom dia meu amor,

HOJE eu acordei com o sol batendo em minha janela.

Os pássaros cantavam anunciando uma nova aurora.
Minha cama macia me mostrava a paz presenteada numa linda noite de sono.
Meu lençol me deixou a vontade mau me cobrindo expostando-me ao mundo dos sonhos.
Minhas pernas espreguiçam-se maliciosamente por alguns segundos.
Me levanto e puxo a alça da camisola que cai suavemente ao chão.
A passarela imaginária que me conduz ao banho se delineia em minha frente, tendo o espelho como
expectador, a ducha de agua morna se mistura ao perfume do sabonete que percorre suavemente minhas partes,
mantendo-me dentro de um mundo de recordação.
Minha mente divaga por terras onde só meu lobo conseguiu percorrer.
Meu roupão felpudo me abraça sorvendo as gotas de agua que transporto.
Ele me faz recordar dos teus braços quando me envolveram após a nossa primeira tarde de amor.
Fecho os olhos e tento prorrogar esta sensação.
Um arrepio me faz querer prosseguir...então pego meu creme e começo lentamente a lamber meu corpo.
Quase consegui sentir o gosto da sua boca na minha boca.
Roço levemente a lingua nos lábios numa tentativa de senti-lo novamente.
Meus seus se enrijecem!
Um calor percorre minha espinha dorsal, e sinto em minhas lembranças seu abraço mais forte e seu corpo procurando o meu.
Nos encaixamos anatomicamente como sob medida. recosto-me na poltrona e entrego-me as lembranças.
Sua respiração se faz mais forte porem controlada sem esconder o brilho da noite em seus olhos.
Numa sincronia nossos sussurros e gemidos regiam a intensidade do momento.
Bocas, beijos, braços e abraços, hora calmos hora frenéticos...até explordirmos juntos como fogos de artificios,
colorindo um céu de prazer. E então adormeci envolta em seus braços , dentro das lembranças que meu roupão
felpudo me transportou.

Posso te chamar de meu amor?

segunda-feira, 11 de junho de 2012

ESTOU PRONTA, ME SURPREENDA MEU LOBO!


Hoje é um dia especial.
Acordo cheia  de esperança, o coração aos pulos o sorriso inseguro,
tal como uma criança ansiosa por um presente.
Sinto o lençol me prender , e vejo meu corpo desnudo e arrepiado de desejo por este dia especial.
Quero ir para o meu banho, banhar-me em meus sais , minhas petalas de rosa.
Ser lambida pelos meus cremes... ficar mais que feminina,  ficar mulher.
Visto meu chambre de seda rosa chá , prendo meus cabelos em rabo de cavalo, e vou para a cozinha onde minha querida empregada  espera com o  manjar dos deuses pronto e um lindo sorriso no rosto.
Um olhar de quem estava aprontando algo e me diz:
A senhora deve ir a sua sala depois...tem uma surpresa lá.
Não precisou repetir, sai correndo e quase caio por cima do lobinho que insistia em teçer por entre minhas pernas.
Sobre a mesa de entrada uma caixa preta com fitas douradas...abro  e vejo somente  um bilhete.
Curiosa e decepcionada ao mesmo tempo, esperava por rosas, perfumes, bombons estas coisas que recebemos pela manhã. Mas não, era somente um bilhete.
Sento-me no sofá, cruzo minhas pernas e me acomodo para ler o que estava escrito.

."UMA TARDE
UM  ANOITECER.
UM ABRAÇO
E TODAS AS  SUAS CONSEQUENCIAS ..."

Espero por voce neste endereço minha Loba.

Um frio na barriga, um grito da garganta  me escapa.

Ele voltou!

Meus olhos brilhavam tanto que quase me cegavam.
Corro para o meu quarto, meu espelho me olha  e me reflete
vejo a felicidade estampada em cada detalhe do meu vestir.
Uma langirie verde agua, uma blusa de seda azul céu bordada com paetes.
Uma saia plissada verde petroleo, um colar riviera de ouro branco, brincos de  brilhantes, um anel para compor. Os cabelos soltos escovados. Maquiagem leve com meu batom vermelho fosco.
Sandálias de tiras e meu perfume de jasmins borrifado no ar.

Estou pronta, me surpreenda meu lobo!




sexta-feira, 8 de junho de 2012

SILÊNCIO CORTANTE


Olá meu diário...
Hoje eu acordei cedo,
Precisava  me sentir viva
meu corpo respondia : - Estou vivo!
Sinto o sangue correr por minhas veias e sendo bombeado pelo coração.
Um calor sobe pelas minhas pernas estacionando como um pedra de gelo no estomago.
O que voce está sentindo Loba? Pergunto eu.
A mente divaga na esperança de uma possivel promessa de um talvez.
Tomo meu banho com todos os cuidados de um corpo sedento.
Levo mais tempo do que do costume para escolher o que vestir.
Minha lingerie de seda e renda na cor marfim contrasta com minha pele bronzeada.
Meu corpo implora pelo seu ...mas meu coração me diz que não vens.
Jogo uma cafta branca sobre a pele só para cobrir-me.
As horas não passa o dia não chega ao fim, a tarde não se anuncia.
Um silêncio...
Somente um silêncio que insiste em interroper meu sonho.
Um desejo apertando meu coração
Um desejo secando minha garganta.
E como num quase desespero pego o telefone e registro seu número... Ele não vem.
Eu já sabia!

http://youtu.be/PAFcfoci_JQ

quinta-feira, 31 de maio de 2012

NÃO ME ACORDE...

 

Meu querido diário,

Permaneço com meu corpo  deitado sobre a cama, com os olhos bem fechados e o coração aos pulos.
Tive um sonho que seria o sonho da minha vida...
Sonhei  com a minha aliança com o lobo dos meus sonhos.
Meu vestido era todo em flores que a mãe natureza teceu, meu perfume de jasmim  incensava  uma rua linda larga por onde eu  caminhava em direção ao meu amado.

Ele me esperava enquanto  uma orquestra  tocava   a   musica
 AL DI LA,
Mas não era simples assim,
  enquanto eu trocava meus passos lentos em sua direção, olhando para os seus olhos visivelmente apaixonados. 
Ele começou a declamar para mim a letra da musica:
 - Não acreditava possível
se pudessem dizer, estas palavras:

Meu coração queria sair pela boca.
 - Além
do bem mais precioso,
estás tu.
Meus olhos se seguram para não derramar lágrimas de emoção.
- Além
do sonho mais ambicioso,
estás tu.
Minhas pernas tremiam.
- Além das coisas mais belas,
além das estrelas, estás tu,
além, estás tu,para mim, para mim, somente para mim.
A rua parecia   ser mais longa que o natural.
- Além
do mar mais profundo,
estás tu.
Ai meu lobo, que vontade de correr para os seus braços.
- Além
dos limites do mundo,
estás tu.
O mundo é pequeno  diante do amor que carrego por ti.
- Além
do horizonte,
além da vida,
Quero te olhar nos olhos, frente a frente, sentir seu calor sua respiração.
- estás tu,
além,
estás tu para mim.

Finalmente, chego  até ele. E a sensação  era de que o mundo havia parado. Só estávamos nós dois, olhos nos olhos. 
Ele segurou minhas mãos que estavam frias, suadas, trêmulas.
Seus olhos  penetravam-me. Pareciam ler  minha alma, enxergavam minha essência.
E quando  ele abriu a boca, balbuciou baixinho:-
MINHA LOBA!





...........................

Além ( AL DI LA)

Não acreditava possível
se pudessem dizer, estas palavras:

Além
do bem mais precioso,
estás tu.

Além
do sonho mais ambicioso,
estás tu.

Além das coisas mais belas,
além das estrelas, estás tu,
além, estás tu,para mim, para mim, somente para mim.

Além
do mar mais profundo,
estás tu.

Além
dos limites do mundo,
estás tu.

Além
do horizonte,
além da vida,

estás tu,
além,
estás tu para mim.

lá lá lá lá

Além

La la la la la...
Lá lá lá...

sábado, 26 de maio de 2012

Surrender To Me - Richard Marx & Lara Fabian

UM SIMPLES BEIJO PROCURO

Bom dia meu diário...
Meu corpo hoje pede para sair da cama, largo meu travesseiro macio, meu lençol quentinho.
Largo ao chão minha camisola  de seda na cor de rosa palida que desliza pelo meu corpo até deitar-se aos meus pés.
Caminho com meu corpo nú na passarela imaginária de meu quarto,
caminho para frente do meu espelho, que me mira de todos os ângulos
me reflete em minha essência, parece  poder ler o meu interior.


Levo as mãos aos meus cabelos, longos, negros , soltos e desalinhados.
Sinto um calor percorrendo meu corpo, meus pensamentos vão tomando forma
em frente ao espelho dentro da minha imaginação.


E assim voce  materializa-se...posso vê-lo em pé atrás de mim,
 me olhando com seus olhos fixos, calado porém determinado.


Fecho-os olhos e sinto o seu perfume, e sua presença se torna mais forte.
Minha respiração fica descompassada e minha boca desejosa da sua.


Nossa, como um beijo pode virar uma cabeça!
Como o seu beijo pode me tirar do chão, desprender a minha imaginação...


Meu corpo agora pode sentir você, seu toque , seu calor.


Nossos desejos!
Minha boca procura pela sua, mansamente,densamente, intensamente,suavemente.
Desesperadamente...
minha boca  procura pela sua boca, por um beijo seu.


Nossos lábios unidos, úmidos, leves...
em um roçar de línguas, num mordiscar,
quentes, calorosos , desejosos de mais e mais.


Um simples beijo procuro, dentro de um espelho frio, no calor de minhas lembranças.


quinta-feira, 24 de maio de 2012

Dinah Washington: What Difference A Day Makes

SOB O CALOR DAS SUAS ASAS

Bom dia meu diário!
A chuva caindo lá fora faz meu despertar melancólico.
O lençol que envolve meu corpo me provoca a sensação de ter seus braços me apertando.
Minhas coxas lutam para ficarem expostas, e num espreguiçar sinto minha pele se arrepiar suavemente.
Realmente hoje o dia está perfeito pra ficar na cama e sonhar com você.
Ahhhhhh meu lobo...
Seu jeito de me olhar, sua boca, seu toque em minha pele é tão vivo na memória.
Por onde anda aquele espelho que um dia mirou nossos corpos nús?
Em que lugar ficou aquela música que ritmou nossos toques?
O gosto da sua boca não me sai da mente, e  é crescente.
Ainda posso sentir sua pele sob minhas unhas e seus braços me envolvendo.
Posso falar por horas da química que nos envolve
Posso falar por horas das horas que nos amamos.
Posso falar por horas das lembranças vivas que carrego comigo.
Pois por dias e meses e horas carrego em meu peito.
Carrego em meu peito a raiz que plantastes de uma planta chamada amor.
Vivo estás aqui, em mim...quente, pulsante, envolvente.
És meu homem,
És meu lobo,
És o meu amor.
Deixo suas lembranças em minha cama, me banho , me abraço, me amo . me visto e parto.
O dia me oferece a realidade de uma loba sedutora!





domingo, 6 de maio de 2012

LEMBRANÇAS DE UM CERTO REFLEXO


Olá meu diário,
aqui estou eu...numa tarde de domingo a beira da minha piscina curtindo o sol que brilha lá no alto dourando minha pele.
Meu biquíni branco deixa a marca em meu corpo...meus sucos  me hidrata enquanto reabasteço minhas energias em longos mergulho. 
Incrível como a água me dá uma sensação de liberdade...posso atravessar o oceano.
Posso pisar em solos sonhado em meus ardentes  sonhos.
Meus cabelos longos e negros se abrem em leque e meu corpo desliza junto com minha imaginação.

Sento-me a beira da piscina e o lobinho vem feliz me agradar, um sorriso se estampa em sua carinha de menino, sinto-me  em paz, sinto-me acolhida.

E neste momento me vem a lembrança de um abraço. Um abraço de saudade, um abraço a tanto tempo esperado e que veio tão de repente, em um momento tão inesperado.
Mas que foi um abraço daqueles que jamais esqueceremos.
Simples e totalmente um abraço.
Me levanto e e procuro uma sombra para  me refrescar,
 o sol me deixa em brasas.
As lembranças me deixam em brasas.

Olho para mim e vejo um corpo vivo de mulher...

Olho para a piscina e me lembro de  um espelho que um dia refletiu uma loba dentro de um turbilhão.

Como será que ele me refletiria hoje?


domingo, 22 de abril de 2012

WHEN I DO NOT BELIEVE IN LOVE MORE





QUERIDO DIÁRIO,


O TECLADO HOJE DESLIZA SOBRE OS MEUS DEDOS.
VOCÊ PODE  ME PERGUNTAR PORQUE/?
EU TE RESPONDO É SIMPLES, 
TENHO UMA VIDA EM  MINHAS  MÃOS


UMA VIDA? PERGUNTA-ME.
 SIM, RESPONDO.
 UMA UNICA VIDA


ESTA UNICA VIDA .
SE É QUE PODEMOS CHAMA-LA ASSIM.


UMA VIDA TOTALMENTE DESCRENTE DO AMOR.


E NÃO ME VENHA COM PALAVRAS BONITAS
 NÃO ME TRAGA CONSOLO
NÃO QUERO SEU CONFORTO.


ALIÁS, DE VOCÊ NÃO ESPERO MAIS NADA.
 DE VOCÊ NÃO QUERO MAIS NADA.
DE VOCE SÓ ESPERO.


MAS ISTO TAMBÉM VAI PASSAR.
O TEMPO DE  UMA GESTAÇÃO INDESEJÁVEL.


E QUANTO SE POR VENTURA EU ABORTAR
SABEREI QUE A VIDA NÃO ME FOI GENEROSA
E SIM, SARCÁSTICA.


QUANDO EU ASSIM NÃO MAIS ACREDITAR NO AMOR.






DEIXAREI ISTO AOS POETAS.
DEIXAREI ISTO AOS AMANTES.


A MIM SÓ ME RESTA UMA VIDA OU DUAS.