Total de visualizações de página

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

JESSE - VOA LIBERDADE.


ENTÃO EU ME DISPO


E hoje eu me dispo.
Me dispo para que eu possa ser renovada.

A camisola que sempre deixei cair para visualizar melhor meu corpo.
O espelho que sempre refletiu o meu eu.
As roupas sensuais que sempre vesti para marcar minha presença.
Meu perfume de jasmim que determinou meu cheiro
Meus oculos escuros que preservaram meus olhares.
Meus cremes que acarinharam meu corpo.

Hoje eu me dispo.
Quero partir  nua, como vim ao mundo
quero cair neste mar, neste oceano...
Mergulhar em busca de minha vida.
Esta eterna busca que vivemos....

Quero crescer, quero viver, quero ser.
Quero poder.

Poder
Poder
 Poder...

Então eu me dispo...
Para neste mergulho ir leve...
Me leve...
Leve...
Pois assim, poderei quem sabe na volta vir vestida, coberta e recoberta de uma nova eu.

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Catetano Veloso - Você Não Me Ensinou a Te Esquecer


É ASSIM - PELE - TOQUE

Pele...                                        Pele...
                                  Pele...
                          Toque...
É assim...
Fecho meus olhos , e passo levemente  os dedos sobre os meus  labios.

Sou capaz de sentir os teus labios tocando os meus.
Suavemente desco minhas mãos  pelo pescoço, deslizando pela nuca, descendo para o colo...
E é como se a sua pele tocasse a minha.

Percebo um leve arrepio no corpo e mantenho meus olhos fechados.
Te imaginar é muito bom. Sentir seus lábios me tocando, suave, desejoso, posso sentir o calor do seu halito quente percorrendo os meus caminhos, as minhas curvas.
Parando em lugares estratégicos e me fazendo viajar.

                                                       Pele...
                                                 Pele...
                                       Pele...
                        Toque...
É assim...

O toque de suas mãos firme, forte e suave.
Deslizando, em meu corpo, subindo , passando por meu pescoço, segurando minha nuca, enfiando seus dedos no meu de meus cabelos. Me puxando para si.

Me rendo a este desejo,
o desejo de estar pele a pele com você.
Minhas mãos continuam te procurando.
Minhas mãos continuam me fazendo sonhar com você.
 É assim...
                 Pele...
                          Pele...
                                  Pele...
                                         Toque...

Eu e você ,
se nos  vejo de olhos fechados, porque devo abri-lo?


segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Cheiro de Amor - Maria Bethânia


ENTORPEÇIDA

O cheiro do mato molhado pelo sereno da noite me entorpece.
O instinto selvagem, a saudade do campo.
A sede de liberdade.
O prazer da companhia.
Os musculos cobram o exercicio,
o pulmão o ar , a pele a energia.

Correr pelo mato sob a luz do luar, ouvindo o piado da coruja.
O silencio dos bichos.
O coração das presas, acelerados , assustados por saberem que estou a solta.
Tenho sede , tenho fome ...mas é de  liberdade.
Que o campo e a lua me oferecem.
Correr , correr, correr até a exaustão.
Sentir as forças se esvaindo pelo suor que derramo pelo corpo.
Sentir o coração disparado como se fosse arrebentar o peito.

Quanto tempo não deixo meu instinto solto desta forma.
Quero mais, quero estar cada dia mais forte , cada dia mais eu.
 Cada dia mais lôba, selvagem  sim...pois trago na essencia a pureza .



domingo, 28 de agosto de 2011

CELINE DION - The Power Of Love


UM RIO NO CAMINHO


Dentro de meu vestido longo de algodão branco, botas de camurça, cabelos solto e chapeu.
 Estou de  volta a fazenda, onde tenho que acompanhar o desenvolvimento da escolinha  das crianças.
Sinto nas veias o sangue ferver de tanta  energia positiva. Os olhinhos daqueles anjinhos tão inocentes ,olhando para os livros como se fossem  a porta do mundo. E não é que é mesmo?
A oportunidade delas de conhecimento...uma riqueza que ninguém pode tomar.
Está tudo tão bonito, limpo, organizado, a professora é paciente e os meus anjinhos são muito disciplinados.
Saio de lá muito feliz...O sol brilha maravilhosamente sobre as campinas.
No caminho o som  de um rio de aguas cristalinas me chamam.
Minha alma quase se desprende, o desejo de atender por este chamado é mais for que eu...
Sim, eu respondo.Preciso de ti.
 E  atendendo a  este chamado eu caminho para a beira do rio.
 Retiro as minha botas  e toco-o com os pés,  um arrepio me percorre todo o corpo.

Ele está frio, sua correnteza parece-me musica aos ouvidos.
Caminho sobre as pedras e vejo a riqueza  da sua biodiversidade.
Mergulho sem medo, na certeza  de que sou parte desta natureza.

Lavo minha alma, alimento meu espirito, limpo meu corpo e entro em oração, peço ...
Naquela imensidão onde eu e Deus desfrutavamos a mesma vista.
Deitada sobre uma pedra onde a agua me banha , olhando para os ceús.
Me senti uma privilegiada...tenho tanto!
E de tão pouco as pessoas precisam para viver.
Agradeço por poder contribuir , sim sou feliz.

Meus desejos mais profundos exponho,de  minhas tormentas  me limpo.
Agua...
agua que me toca,
que me abraça,
que me lambe como um animal lambe sua cria.

Ali permaneço por tempo incalculavel , quando vejo o vaqueiro na margem do rio .

-Estava procurando pela senhora, já passam da hora do almoço!

Então eu percebo que esqueci da vida.
Ou melhor estava renovando-a!

sábado, 27 de agosto de 2011

Xororó Zezé Leonardo - Luar do Sertão


NOS BRAÇOS DA LUA

Hoje a lua está linda...
sedutoramente linda...
me convidando a sair...

Meu corpo pede para ser envolvido em seus raios...
quero viajar em seus braços, conhecer outros mundos.
Mundos estes que só voce  lua pode me levar.

Sinto seus braços envolvendo minha cintura e num leve levitar sinto meu corpo se desprender do chão.
Minha camisola de seda branca começa a balançar , meus cabelos se desmancham com o movimento do vôo.

De repente um medo me invade, mas sinto seus braços me apertarem me protegendo.
E assim invadimos a noite...viajamos  felizes  na escuridão do céu , entre nuvens e estrelas.

O verdadeiro espirito da liberdade... eu em seus braços feliz numa sensação única de segurança!

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Johnny Mathis - Killing Me Softly With Her Song

AQUIETES CORAÇÃO

Coração

Hora bate lento,
Hora  bate normal,
Hora  bate acelerado...

Hora me diz estar calmo,
Hora me diz estar bem,
Hora me diz ancioso...

Hora esqueces da vida,
Hora presta atenção,
Hora  se desespera com ela...

Hora,
Hora,
Hora...

Horas que passam...
E horas que não passam...

"Voce jamais saberá querido, a falta que você me faz...
Meu coração se nega a pensar em outro alguém..."

E as horas se tornam interminaveis.

Abro os olhos e vejo um dia se iniciando...sim, estas horas interminaveis eram frações de segundos que levei entre o acordar e abrir os meus olhos.

O meu coração está tão pequenino...como um grão de ervilha.
Sua falta é gritante dentro do meu peito.

Coloco meu lençol para o lado e me levanto  automaticamente e então percebo que pela primeira vez  me esqueci de ficar nua,  de caminhar pela minha passarela imaginaria, passar pela frente do espelho sorrir  para ele e entrar no meu banheiro.
Então abro a minha ducha e...entro de camisola.
Busco me acalmar...
acalmar meu coração...
dizendo que já se passaram dias e que isto reduz a espera.
Mas está tão dificil...tão dificil.

Meus cremes me consolam acariciando minha pele.
Eu me amo, eu me amo, eu me amo....
e repito: - eu me amo, eu me amo, eu me amo....
eu me amo, eu me amo, eu me amo....
E me amo...
e me amo...

Mas hoje não estou conseguindo me bastar...
Ai....só me resta tranportar para a  minha imagem a sua falta...

Entro no meu closed, e após  vestir minha lingeire  de rendas preta.
Visto minha calça skinny de couro , uma camisa transpassada de mangas longas e bufantes.
um colar  torçaide de onix , cabelos presos num rabo de cavalo. sandalias de tiras cruzadas.
Maquiagem carregada no preto e vermelho.  - Look Dark.

 Preto como minha alma , preto como o meu desespero e a minha angustia ...e se não posso deixa-la ,então eu a levo comigo.

Na maneira que aprendi a viver...
Não como uma depressiva ambulante,
mas sim como uma loba sedutora!

Aos olhos do mundo...somente mais um dia de Lôba!







quarta-feira, 24 de agosto de 2011

AL DI LA....CENA DO FILME CANDELABRO ITALIANO


AL DI LA

Após um dia agitado de trabalho...

De molho em minha banheira, com agua morna, enebriada com o cheiro das pétalas de rosa , meus sais...
a  penumbra das velas que queimam. A esponja que passo suavemente pela minha pele num gesto de carinho, os pensamentos vagueam...recebendo o comando da musica italiana
que me faz sonhar.

"Longe muito longe, além do além. Além deste mundo...é assim que ele a ama na canção."

Uma nostalgia me invade...
E me faz recordar os doces momentos que vivemos juntos.
O toque suave de seus lábios em minhas mãos.
A dança no restaurante quando voce se declarou.
As rosas...que me deixavam fascinada a cada chegada..
Os bilhetes me chamando de lôba....
A  nossa fuga de lancha...
A nossa noite de amor  na tenda sub a luz de castiçais de latão...
O seu olhar de cumplicidade...
O seu sorriso..
Sua dedicação quando fiquei arrassada com a perda do meu cavalo.
A nossa sociedade , quando percebi seu desejo de realizar o "meu" sonho...

És sem dúvida um lôbo fascinate.
Me diga,
 Como posso deixar você escapar assim ?

Tanto cuidado, tanta atenção, tanto carinho...
Como posso ter você sem te prender, sem me prender?

Um sentimento tão mais forte que uma simples sintonia na cama,
 quando um toque seu me transporta.
Um beijo seu me satisfaz como sexo.
Seu cheiro  inconfundivel ,
seu corpo que sei as linhas de cor...Al di la!

AL DI LA
Non credevo possibile,
Se potessero dire queste parole:
Al di là del bene più prezioso, ci sei tu.
Al di là del sogno più ambizioso, ci sei tu.
Al di là delle cose più belle.
Al di là delle stelle, ci sei tu.
Al di là, ci sei tu per me, per me, soltanto per me.
Al di là del mare più profondo, ci sei tu.
Al di là dei limiti del mondo, ci sei tu.
Al di là della volta infinita, al di là della vita.
Ci sei tu, al di la, ci sei tu per me.


ALÉM DESTE MUNDO

Eu não acho possível,
Se pudesse dizer essas palavras:
Além do bem mais valioso, é você.
Além do sonho mais ambicioso, é você.
Além das coisas mais bonitas.
Além das estrelas, não é você.
Além, não há você para mim, para mim, só para mim.
Além da água profunda, lá está você.
Além dos limites do mundo, não é você.
Além do tempo sem fim, além da vida.
Aí está você, além, você está lá para mim.


terça-feira, 23 de agosto de 2011

Gipsy Kings - El Toro Y La Luna


GIPSY

 Bom dia!
                                           Bom dia!
                Bom dia para ser feliz.

Abro meus olhos e vejo os primeiros raios de sol entrando pelas frestas da cortina.
Ouço o canto dos passáros, e sinto o ar fresco da manhã.
O cheiro do café que vem da cozinha  me abre o apetite...

Minha cama tão acolhedora vai perdendo espaço para a vontade de me levantar.
Jogo o lençol para o lado e me vejo com o corpo  desnudo e o admiro, sinto vontade de me acariciar.
Me toco respirando o ar da manhã que resfria a minha respiração causando um leve arrepio.

Me levando e deixo com que a camisola caia ao chão...adoro caminhar nua, e assim vou até a varanda do meu quarto para  respirar o ar  que vem junto com os raios do sol.

Abro os meus braços e deixo que eles  me toquem e me aqueçam.
Uma mistura de paz e alegria me invade .
O alimento do corpo e da alma...energia que vem da natureza
Preciso disto para me sentir viva.

Vou para o meu banho, meus cremes, meus carinhos e juras de amor.
E assim resolvo que nesta manhã irei cuidar de mim.
Após meu suco de abacaxi com hortelã e minhas torradas com geléia de amoras.

Vou para a sala ler minhas correspondencias...
Brinco com meu cachorrinho que fica  aos meus pés e coloca sua patinha sobre a minha sandalia.
Minha empregada vem feliz me contar as novidades .
Observo que minha casa me trás muita paz...
Coloco uma musica para alegrar ainda mais o ambiente e assim organizo minha agenda.

Volto ao meu quarto e começo o meu ritual.
Meu espelho me diz que hoje é dia de super astral , e assim me visto com uma blusa preta de malha fina e mangas compridas, uma saia longa de malha preta e branca de três babados , um echarpe vermelho, sandalia preta, argolas e pulseiras de ouro, cabelo solto e meu perfume de jasmim.Look gipsy.

Hoje eu não vou ao estudio... resolvi que vou almoçar com minhas amigas que a tempo não vejo...
botar os assuntos em dias, fofocas , risadas, cinema, compras e o que vier...
A  lôba hoje  precisa agitar!

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Celine Dion - When i need you


O MAIS PURO DOS SENTIMENTOS AO MAIS QUENTE DOS DESEJOS

Hoje a noticia que eu mais temia chegou...
Ele voou para longe...
Eu já sabia, mas sabe quando voce espera que não aconteça?
Pois então,aconteceu...
Ele voou...sem data para retornar.
Sem despedida...
Sem adeus!

Meu coração está como o gelo.
Um nó que me trava a garganta...
Meus olhos se acostumaram a sua imagem ,
meu coração ao seu calor...
meu corpo ao seu sabor.
Meus ouvidos ao som da sua voz.

Minha mente parece não funcionar direito...
precisamos dos dois lados do cerebro para funcionar.
São como as duas metades de uma maçã...

Ai...como contar os dias se não serão regressivos?
Como acalmar meu coração se não sei quando ele retornará?

Por mais que não sejamos um do outro...
mas era como se fosse quando eu o tinha sob a minha vista.
Era como se eu pudesse toca-lo sempre que quissesse.
Senti-lo em minha pele.
Sentir seu cheiro,
o seu gosto...
ouvir, simplesmete ouvir a sua voz.

A lua cheia está tão apagada.
A brisa do mar está tão fria...
De repente tenho a sensação de que as milhas da distancia que nos separa são maiores que ...

Fecho os olhos e faço uma oração:-

Volte!
As mãos que estão vazias clamam para te tocar.
Os labios que hoje estão secos querem ser umidecidos pelos seus.
Os braços que estão abertos, esperam fechar em você.
Meu cheiro precisa misturar ao seu.
Meu corpo precisa do seu alimento.

Volte...
Pois quero poder te dar tudo que tenho dentro de mim.
O mais puro dos sentimentos ao mais quente dos desejos.
Quero descobrir o que ainda não vimos juntos.

Por isto irei orar todos os dias...
Por horas, por dias, por semanas ou meses se for preciso...até voce ouvir ou sentir
o quanto necessito de ti.
E voltar.
e voltar....
Ah, quando você voltar!


domingo, 21 de agosto de 2011

Morris Albert - Conversation


CONQUISTA

Nada mais é igual como era antes.
Minha vida mudou tanto.
As pessoas do passado ficaram num passado tão distante.
Eu fiquei num passado tão distante...
Hoje eu  olho em meu espelho e nem mesmo eu consigo ver vestigio de que fui, do que eu era.
Minha transformação é tão nitida...amigos, parentes  comentam e me perguntam onde eu enterrei a mulher do passado?

Fisicamente estou mudada...corpo mais torneado, pele mais bronzeada, cabelo mais sedoso, pele mais brilhante.
 É simples estou feliz e realizada...
A profissão tem contribuido bastante, ver pessoas, estar com gente, ser util, ter uma atividade, tudo isto faz voce se tornar melhor.

E sendo amada...
Eu me amo todos os dias.
Eu me abraço, me acaricio, me beijo, me toco...
Jamais esquecerei de minha jura.
Eu me amo o suficiente para  ser desejada.
E assim eu sinto que minha vida mudou...

Estou me arrumando para ir a fazenda.
É a primeira vez que vou lá despois que meu cavalo morreu...
mas eu quero e preciso ir...estou criando uma escolinha de alfabetização para as crianças da  fazenda e da redondeza. Estão todos esperando por mim...já estive com o prefeito da região e ele me prometeu contribuir com o que fosse necessário.

Adoro crianças...elas amam com os olhos vidrados, com todas as letras, sem restrições, sem pudor, sem censura.
E eu confesso que sempre me senti uma criança quando o assunto é amor.

Dentro de uma saia longa de algodão branco de abertura frontal quando deixo os botões abertos até acima dos joelhos. uma camiseta também branca, um echarpe vermelho
bota de camurça bege sanfonada, cabelo solto, perfume de jasmim, oculos escuros e meu chapeu.

Passo na cidade para falar com o prefeito que  já estava me esperando.
E não posso deixar de citar que os olhares de cobiça dos homens alimentam meu ego.

Convidei o prefeito para que me acompanhasse até a fazenda e lá fomos ver a tão desejada escolinha.

Uma lôba issalando sua sensualidade , conquistando todos os seus sonhos e objetivos.
Um uivo de vitoria e prazer dentro do peito!

sábado, 20 de agosto de 2011

A mulher em mim - roberta miranda - com legenda



SE EU SOU O VULCÃO...SEJAS O MAR.

O CAMINHO DA LAVA ..É O MAR.

Hoje eu não acordei...
Hoje o meu Eu ficou deitado, calado, paralizado...

Um corpo se levanta como um vulcão em chamas preste a entrar em erupção.
O sangue corre nas veias como lavas sobre a terra.
Um sangue que ferve e queima e abre passagem destruindo tudo por onde passa.

Hoje sou fogo, fogo que arde , que queima , que deseja.
O fogo que pede destruição, destruição dos pudores, das limitações.

Hoje não foi eu que acordei.. o eu parece se entregar ao obvio.
percebo que a cada dia o  meu eu abre espaço para uma nova mulher.
Uma mulher que está disposta a ser feliz.
E  aceita este fogo da tranformação...

Me olho no espelho e vejo um corpo em chamas...
O fogo da vida pede passagem...
O fogo da coragem  não pede licença...
O fogo que sempre mantive apagado como um vulcão adormecido.
E agora anuncia com  sua sismicidade harmonico que tomará conta do espaço...do meu Eu.

Um vulcão ativo que prenuncia uma nova era...quando a destruição se faz necessaria para que as lavas arreficidas torne o solo fertil.
A minha camara magmática rompe a rocha dos meus principios criando uma garganta e fissuras de passagem .

Minha carne ferve , arde, lateja, queima com este fogo que sobe buscando por uma nova Eu.

Corro para meu banho...mas a  agua vulcanica contribui para o processo de transformação.

E assim...com o corpo em chamas me visto de sensualidade, fazendo com que a pele issale o perfume de jasmim.

Cubro meu corpo num vestido esvoassante de organza ameixa,
calço minhas sandalias  de cor cinza. Coloco no pulso um bracelete de ouro vasado que toma quase todo meu antebraço.
 O cabelo preso num coque alto deixando uma franja caida na lateral do rosto.
Nos olhos bastante lapis  e sombra preta. No rosto uma suave mas marcante maquiagem. O batom fica num rosa chá...onde disfarço a chama.
Dentro de meu carro os pensamentos me norteiam...
O caminho da lava ... é o Mar!

"O mar é grande e cabe na cama e no colchão de amar.
 O amor é grande e cabe no breve espaço de beijar. "
Carlos Drummond de Andrade ...

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

♫♥♪Cleiton e Camargo-Quand um grande amor se faz♫♥♪


EM SUAS MÃOS

Hoje meu coração está enorme dentro do peito.
A cama me abraça com tanta ternura, meus lençois carregam um cheiro especial.
Meu travesseiro...ah meu travesseiro, ele parece mais uma nuvem onde repouso minha cabeça e me permite sonhar.
Olho para o teto do quarto, e vejo estrelas brilhando ,coloridas.
O sorriso estampado no rosto é incontrolavel, hoje as rosas têem mais cor e perfume.
Meu corpo parece flutuar...a camisola de seda sobre o corpo acaricia minha pele, que se arrepia com as lembranças de  sua pele...sua boca macia tocando  a minha, beijos que mais parecem um carinho de tão suave.
Seu corpo em meu corpo brincando com  as sensações ,suas mãos percorrendo minhas costas...
Hoje meu peito está explodindo de emoção, fragmentos de felicidades que movem a vida e nos rejuvenesce.
Ligo minha musica de cabeceira e me levanto feliz...Danço, rodopio...
pego meu travesseiro e o abraço e o beijo enquanto rodo pelo quarto ao som da musica.

Estou feliz, estou leve.
Descobri que a vida não precisa ser  só de regras...mas que ela tem mais sabor quando temos coragem de quebra-las.

Nada é para sempre...mas para que ser para sempre, se a felicidade é de fragmentos?
Uma musica, uma dança, um cheiro e muitas lembranças...
Saudades do que acabamos de fazer...mas  sem cobranças.
Saudades com sabor de felicidade.

Uma vontade de gritar :- TE AMOOOOOOOOOO!

Um uivo,
 um uivo,
 um uivo...


quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Kenny Rogers - Lady ( Tradução Legendas Em Português ) HQ


CORAÇÃO FRAGIL FRAGILIZA O CORPO

Hoje dentro de um vestido tubo de couro vermelho, sapatos scarpim bege, cabelos soltos , um par de brinco de brilhantes e meu perfume de jasmim. Fui para a gravação de um ensaio fotografico num teatro municipal, modelos femininos e masculinos se preparavam para desfilarem ao som de uma orquestra.
Era um desfile de joias com destaque das pedras preciosas, as mulheres vestidas em longos esvoassantes vestidos com decotes profundos deixanvam seus colos bastante expostos para exibirem as joias.
Os modelos masculinos todos trajando roupas brancas fugindo dos tradicionais ternos classicos, portavam nas mãos  estojos com as joias que eram vestidas durante o desfile na passarela por elas ...as lentes não perdiam um movimento sequer.

O book do cliente tinha que ficar perfeito...os musicos faziam com que aquele momento fossem eternizados em nossas mentes como profissionais e meros expectadores.
Eu me posicionei em uma cadeira no auditorio e assistia tudo embriagada com tanta beleza...e pensava comigo...eu ainda ganho para assistir tal espetaculo.

De repente sinto alguém sentando atrás do me assento...uma voz grave porem suave me pergunta ao ouvido se eu estava gostando. Confesso que fiquei meio desconcertada mas disfarcei e respondi que sim. Era o lôbo...que havia deixado o palco e vindo sentar  junto a mim.

Neste momento os modelos param todos perfilados  na passarela ... um telão no fundo  do palco abre uma imagem de pedras preciosas se derramando em cascatas e a orquestra começa a tocar  - Lady - a voz de  Kenny Rogers  - ecoa por todo o teatro.

Meu coração dispara no peito, pois o lobo começa a  declamar a musica  no meu ouvido..

."EU SOU SEU CAVALHEIRO DE ARMADURA BRILHANTE...HA MUITAS MANEIRAS DE DIZER EU TE AMO."

Ah meu diario...um coração fragil fragiliza ainda mais o corpo.
Acho que não preciso dizer mais nada.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

♫♥ La Passionara ♥♫ - Tango (For Judie - gfks11)


NÃO SOU EU...MAS O ANIMAL QUE VIVE DENTRO DE MIM

Após um exaustivo dia de trabalho, com interminaveis reuniões com equipe, clientes e socio, finalmente chego em casa.
Meu canto, meu refugio, meu castelo de sonhos.
Tomo meu delicioso banho de banheira..meus sais, minhas flores, minha música.
A agua morna me faz relaxar...ao sair visto meu chambre de seda vermelho.
Uma deliciosa sopa de aspargo me aguardava...meu cachorrinho tão carinhoso me seguia de uma forma que tinha que ter o maximo cuidado para mudar meus passos para não pisar nele.
Minha querida empregada que me trata com tanto carinho que mais parece um  anjo da guarda.
Vou para minha sala onde uma  taça de vinho e uma deliciosa musica me aguarda.
Com meus pés descalços roço o tapete persa...massageando a alma.

Me deixo no chão...um uivo ecoa dentro do meu  peito.
Acorda lôba...a lua te convida a passear pelos matos e montanhas...
um arrepio suave percorre minha espinha dorsal até chegar a nuca....onde um habito quente me faz
o sangue ferver.
Sim...o despertar da lôba é inevitavel.
O coração bate mais rapido, o sangue acelera nas veias.
e a necessidade de correr ao ar livre me toma o corpo e a  alma.

O cheiro do mato, o cheiro de medo das caças, o grito da coruja...o instinto selvagens me toma o dominio.
Não sou eu...mas o animal que vive dentro de mim, que me faz apesar de exausta lutar pela liberdade.

E assim corro desenfreadamente...
Corro para sentir todos os meus musculos, toda a minha força, todo o meu poder de dominio sobre mim mesma.
Tenho sede...
Tenho fome...
Tenho um instinto selvagem...

Sinto meu corpo todo molhado de suor... e acordo!

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Mario Biondi & Duke Orkestra Live - "Close to You"




PERTO DE VOCÊ


SEU CHEIRO

Sinto seu cheiro...
Ainda sinto seu perfume em minha pele.
Issala como se ainda estivesses aqui...
Tento sentir de onde ele vem...e ele vem de todo o meu  corpo.
O seu gosto..o seu  gosto ainda na boca me faz recordar.

Um calor me invade ...meio desejo, meio saudade.
Seu cheiro ainda no ar.
Me levanto, vou para  a varanda e lá tento respirar...mas seu perfume , este ainda está no ar.
Deito minha camisola ao chão, caminho para o meu banho para poder parar de pensar.
Mas a agua que cai me faz sonhar...as lembranças me invandem e o seu cheiro continua.
Um uivo...
o estinto me avisa...
cuidado, este cheiro esta a te dominar.
E se for armadilha...
Do destino?

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Lady Fantasy - Pés descalços




Indicação da trilha :- Adriano Santhana (Cantor/ compositor).


PODOLATRIA

Hoje acordei cedo, o sol brilhava a me convidar para recebe-lo em minha pele.
Levantei ainda preguiçosa...em lentamente caminhei para o meu banho, sim...
a camisola deitada aos pés da cama permanecei enquanto eu...
provocava meu espelho com a minha nudez.
Um banho frio para despertar arrepia minha alma.
De posse do meu protetor solar me lambuzo, espalho-o pelo meu corpo como suaves lambidas de uma lôba.
Visto um biquini rosa chá, uma cafta de fundo branco floral.
Um chapeu de palha grande, oculos escuros e uma chinelinho de palha trançada.
Resolvi ir ao clube,um banho de mar ou  piscina... lá eu decido.
Pego meu carro e vou... quando chego  a piscina estava tão limpinha e tranquila que resolvi ficar ali mesmo.
Escolho uma mesa, pego uma espreguiçadeira e me acomodo.
Um delicioso mergulho me faz me sentir leve, retorno a mesa e me estiro para deixar que o sol  me seque com seus raios.
Deitada ao contrario na espreguiçadeira coloco meus pés para o alto.
Numa posição bastante confortavel se...
 Se não fosse um desconcertante olhar de um lôbo.
Tão fixos em meus pés que me davam a sensação de estar nua.
Ele não conseguia disfarçar  e  também não parecia com nenhuma vontade de ,a sua fixação era lascivo.
Eu atrás de meus oculos escuro tentava disfarçar fingindo não ter percebido aquela situação.
Uma sensação de femea me aborda e quando me vejo...estou provocando Mexend o lentamente os pés, roçando um no outro enquanto observo a inquietação deste pobre lôbo que de  longe
delirava em seus pensamentos.
O garçon me chama para entregar a minha agua de cõco encerrando a minha brincadeira.
Me levanto e me dirigo a mesa onde busco um pouco de sombra e leitura.
Estou madura e segura de mim...estar provocante alimenta a minha auto confiança.
Ele até  tenta se aproximar mas, minha frieza não o encoraja...e assim eu vejo que estou no comando de minha vida.
Uma Loba com gosto pela caça.

domingo, 14 de agosto de 2011

Live de Joaquin Cortes - Martinete (Parte 2 de 2)



DANÇANDO PARA A LÔBA

UM TABLADO E UMA LÔBA

Canto, guitarra , dança, um tablado e uma lôba...

Vestido vermelho de decote profundo, longo com fenda até a  altura da coxa e babados na barra da saia.Maquiagem definindo bem o olhos.Cabelo preso num coque baixo com um pente preto com pedrarias, sapato preto e uma gargantilha fina  curta no pescoço.
Minha alma pede passagem...uma loba solta num tablado flamenco.
Sedução a flor da pele , todas as expressões estampadas no rosto e no  corpo.
Começo a golpear o chão com a marcação dos meus passos, lentos porém  fortes , braços estirados , postura  do corpo , dos pulsos,  o circular das mãos, o mexer dos quadris.
Golpeio o chão...no sapatear, e sapetear..ah lá! ei , ei , ei, ei...
Num ritmo  mais acelerado meu corpo baila ...jogo minhas saias, rodopio, as palmas marcam o compasso da musica que entra pelos meus ouvidos me deixando cada vez mais frenetica.

Libero toda a minha energia neste rito de sedução...me sinto forte, confiante.
Me sinto mulher ...o suor escorre pelo corpo deixando meu vestido todo molhado
uma lôba completamente entregue a dança...
e assim acelerando o  ritmo   onde tenho os musicos sob o meu comando ,num jogar de pernas e saia, sapateio e finalizo. Estou enxarcada de suor...e completamente de alma lavada.

Patricinio:-








http://www.rutasturquia.com/

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

ADRIANO SANTHANA CANTANDO ONDE DEUS POSSA ME OUVIR




UM COLO , UM OMBRO...



MEU DIÁRIO

Olá meu diário,
Devo te relatar meu dia?
Todos os dias  me sento aqui, pego você e descrevo com riqueza de detalhes tudo que me acontece.
Todos os santos dias deixo aqui um pouco de mim...deixo não, pois não descarto os meus vividos.
Mas registro. És parte de mim...um membro externo que posso guardar em sete chaves.
Quem me conheçe melhor que você? Ninguém...
Meus desejos, minhas angustias, meus sonhos, projetos, segredos... segredos guardados, escondidos até de mim mesma.
Minha sensualidade trabalhada no dia a dia para me sentir mulher.
Minha sexualidade contida ou alimentada.
Minhas frustações e decepções...

Oh meu diario, como voce faz parte de mim.
Sabe o que eu queria agora?
Eu queria agora ter alguém que me desse um colo, um ombro...como voce me dá.
Que me oferecesse um sorriso , uma mão.
Que me ouvisse e me entendesse assim como você meu diario.
Que me visse como meu espelho me vê  nua, completamente nua...despida de todos os artificios.

Ah meu diário...és forte, fiel, confidente, confiavel , és  meu companheiro inseparavel!

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Andrea Bocelli -Momentos-


DONA DO MEU NARIZ


 



Uma reflexão sobre minha vida.
Quem fui, quem sou, quem serei...
Uma mulher recalcada.
Uma mulher realizada.
Uma mulher com o mundo em suas mãos...
Sai do papel de coadjuvante
Quebrei um casulo.
Transformei-me em uma lôba.
E hoje, hoje eu sou uma outra pessoa.
Sou mulher que ama, sou amada , sou desejada.
Sou linda ...pois meu espelho me diz isto todos os dias.
A felicidade, ah... a felicidade é conquistada no dia a dia,
caçada, aguarrada, amarrada e abatida por mim.
Bebo do seu sangue  para saciar minha sede
.
Saí de um casamento frio e sem vida para  buscar ser alguém que me faça e satisfaça.
Hoje,
Quero rosas, rosas vermelhas.
Quero camisolas de seda.
Quero  sorver de um vinho.
Quero sentir o calor...verdadeiro.
Quero sentir o gosto do seu sal natural.
Quero a brisa morna do mar batendo em meu rosto, enquanto uma mão quente  toca minha pele.
O balanço do barco fazendo  minha cabeça girar e de deliciosos beijos poder saborear.

Mas se pensas que só busco o amor...estás enganado.
quero da vida muito mais.
Quero  mais, quero ser feliz e  ser dona do meu nariz.
Quero viajar, trabalhar,  passear , namorar, conhecer pessoas...
quero me sentir atraente, desejada , cortejada, sem correntes, sem amarras, sem algemas.
Pois hoje sou livre.
Sou minha dona.
sou lôba
sou eu.
Eu.
Eu conquistei.










Patrocinador



                                                             http://www.rutasturquia.com/

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Boleros. Julio Iglesias


DOCES LEMBRANÇAS

Hoje eu resolvi ficar em casa... Queria arrumar minhas lembranças.
Acordei cedo tomei meu banho e vesti um longo de algodão branco bastante confortavel.

Meu cãozinho está tão engraçadinho, feliz brinca com tudo que se move em sua frente.
Minha doce empregada que tão pouco tempo tenho lhe oferecido ultimamente devido ao excesso de trabalho.Feliz me diz que hoje irá caprichar nas refeições...me trazendo um delicioso mamão papaya com mel.
Sentei-me no escritorio junto aos meus papeis e observei que as rosas de hoje foram colocadas ali estrategicamente ( minha empregada adora o lôbo).
Fiz-me de desapercebida e começei a vasculhar as gavetas. Os pensamentos viajavam junto com os achados.De repente me vi navegando em aguas calmas mas traiçoeiras do amor...um toque de mãos,
a lembrança de um beijo , o calor de dois corpos e me ruborizo...com o  desejo que chega.
Balanço a cabeça e procuro me concentrar, mas novamente as lembranças retornam.
Nossos corpos agora bailam sob a luz do luar, ritmados enroscados, enrolados, vibrando de amor.
Doces boleros embalam minha mente.
Rendida as lembranças recosto a cadeira e estendo minhas pernas sobre a mesa .
nas mãos um de tantos bilhetes que ele me enviou.


Em que lingua voce vai entender?
Eu te amo (português)
I love you (inglês)
Te amo (espanhol)
Je t'aime (francês)
Ich liebe dich (alemão)
Ai shite imasu (japonês)
Ti amo (italiano)
Wo ai nei (chinês)
Nagligivaget (esquimó)
S'agapo (grego)
Aloha wau ia oe (havaiano)
Thaim in grabh leat (irlandês)
Ani ohev otakh (hebraico)
Jag alskar dig (sueco)
Ya lyublyu tyebya (russo)
Seni seviyorum (turco)

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Santa Esmeralda - Don't Let Me Be Misunderstood


UMA NOITE CIGANA

Hoje eu quis colocar um pouco de misticismo em minha noite,
não foi nada voltado a religiosidade foi mesmo para curtir uma noite especial com os amigos..

Queria  me sentir fazendo parte deste cosmico, acho que a Lõba estava  querendo respirar.
Preparei em volta da piscina  uma tenda com predominancia nas cores azuis e verde, que para os ciganos representam o teto e o chão.
Lenços , echarpes, leques, potes de areia branca,
cantaros com agua do mar, tochas de fogo, caixa de joias, almofadas, tapetes,
musicas e comida , tudo no estilo cigano -  mandei preparar :-
SARMÁ (mistura de arroz, lentilha, carne de porco e tempero cigano).
SARMALI (troixinha de folha de repolho com recheio de carne bovina e tempero cigano).

Agua e vinho não podiam faltar.

A arrumação levou o dia todo e já era final da tarde quando parei para ir final me arrumar.
Alguns seletos amigos viriam participar desta celebração comigo.

Estavamos saudando a lua cheia...que para uma Lôba é tudo!
Fui para meu quarto, tomei um belo banho, passei meus cremes e fui para a frente do meu espelho.
Varias borrifadas de perfume no ar e meu corpo ainda nu o recebe .
Uma saia longa de seda estampada com flores coloridas, bem rodada , uma blusa bufante vermelha.
Colares de ouro no pescoço, uma argola bem grande nas orelhas, muitas pulseiras e anéis a reluzir.
A maquiagem forte com batom vermelho carmim. Cabelos soltos preso uma lateral com tres rosas coloridas. E os pés descalços... contato com a natureza.

Meu  espelho me achou linda e eu também...

Logo meus convidados começaram a chegar e o clima se formou...uma noite linda de lua cheia, onde
a lôba pode captar as energias positivas com muita música, dança, comida e alegria.
Até a chegada do rei sol ser anunciada.


 

Oração de um cigano

Oh! Poderoso Grande Rei Cigano.
Que nessa hora venho saudar.
Saúdo as forças das estrelas. Saúdo as ondas
do mar. Saúdo toda as tribos ciganas
que nessa hora estou à invocar.

Pedindo licença ao teu povo para trabalhar.
Saúdo as montanhas, os vales, as gotas de orvalho,as areias.
Teu povo dança feliz invocando a vida e a beleza.
Em suas músicas há a graça do bailar livre em liberdade a sonhar.
Teus tesouros são infinitos por que nem um preço
pode pagar o valor da liberdade dos pés descalços a caminhar.

Tuas jóias tem o brilho mais caro.
Teus homens ciganos põem a mão ao peito para seu talismã esquentar.
Tuas mulheres abanam seus leques para os maus espíritos afugentar.
Tuas fogueiras possuem as salamandras mais altas
que nos olhos de teu povo sabe brilhar.
Aquece-nos agora oh! Grande Rei
para que essa oração não possa acabar.
Enquanto um cigano olhando ao céu orar.

Amém.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

DEIXO-IVETE SANGALO


COR DE ROSA

Hoje o dia amanheceu cor de rosa.
O dia amanheceu cheirando a rosas.
Amanheceu macio como uma rosa.

Estendo as mãos e posso toca-lo.
Fecho os olhos e posso sentir teu cheiro.
Abro os olhos e  o vejo.
Cor de rosa.

Sua pele, seu cheiro, seu gosto... ainda tenho em minha boca.
E a cor, a cor não me sai do pensamento.

Me levanto e a manhã me persegue em nuances.
Tomo meu banho, me visto e ...
o cheiro das rosas.

Saio , vou ao  trabalho e as minhas mãos ainda sentem a sua pele.

A tarde vem  e a cor permanece...

A noite cai, volto para casa e lá está ela ,a cor, cor de rosa.
 Um banho, um  jantar e um canto de sala para as minhas musicas, meu vinho , meus pés no chão.
O meu vestido longo branco de malha fria sobre a pele e o olhar fixo na  taça, vejo o rosé.

Corpo, pele, mãos e um pedido.
Para  que a rosa desde dia não tenha espinhos.

domingo, 7 de agosto de 2011

Tony Bennett & k.d.lang - What A Wonderful World

E O SEU ?

Hoje eu acordei lentamente...abri meus olhos bem devagar, quis observar com calma
o amanhecer do dia.
O sol insistia em invadir as cortinas que tentavam me iludir, fingindo que ainda se fazia escuro lá fora.
E eu assistia calmamente este impasse.
Me espreguiçoso silenciosamente para não atrapalhar  a luta.

Estiro minhas pernas para fora do lençol e como gosto de faze-lo....fica a admira-las.
Aliso com as mãos  a minha cama, meu travesseiro.
Lentamente meto os dedos por entre os cabelos que estão soltos sobre o travesseiro.
Sinto minha camisola levemente torcida no corpo deixando partes expostas.
E assim, meu amanhecer acontece calmo e sereno.
Estendo o braço e ligo uma musica.
Nada melhor que uma musica para despertar para um lindo dia.
Um encontro com um velho amigo me motivava...
Um caminhar pelo quarto em passos compassados.
Um deixar de camisola pelo chão...
Uma passada por frente ao espelho...
E um banho energizante.
Que mundo maravilhosoooooooooooo!
Meus cremes se espalhando pelo meu corpo num ritual de amor e carinho.
Minhas roupas que me enfeitam me deixando uma mulher  charmosa e sensual.
Um vestido branco georgette cintura alta, decote em V, de alças trançadas.
Uma sandalia de tiras brancas e douradas e salto baixo. Um colar de pérolas brincos também.
pulseiras e anéis de ouro , cabelos presos num coque, maquiagem suave meu batom vermelho fosco.
E assim fui ao encontro deste velho amigo. almoçamos juntos numa conversa agradavel.
Saboreamos um delicioso arroz de pato com alecrim e de sobremesa um doce alentejado com ovos, leites e canela, servido com sorvete de maçã verde.

O dia passa tão suave que não sentimos.
A expectativa de um dia de paz se confirmou com a presença deste algarvio.
E antes que a tarde se findasse passamos a visitar um museu de artes.
E ao cair da noite encerramos nosso passeio...nos despedimos e retornamos as nossas casas.
E assim foi o meu dia.
Simples,
alegre,
leve e
 feliz!

E o seu?