Total de visualizações de página

sábado, 23 de novembro de 2013

FLORES DO MAL


A Senhora de Hades está fascinada pelo homem que está a sua frente, uma mistura estranha  de sentimentos.
O ódio e o amor travam um luta insana tendo como aliados o  fascínio, o encantamento, a sedução...
Garfos, facas e taças se movimentam durante o jantar que segue numa falsa leveza.
Korina percebe o olhar atendo de mister Gordam , que busca com perguntas discretas desvendar o mistério daquele jantar.
Korina no entanto faz perguntas mais subjetivas.
Mister Gordam não deixa de transparecer seu fascínio por Korina, e ela por sua vez mede forças com ele.
Quando o jantar termina, eles passam para uma outra sala da suite, e lá desfrutando de um doce licor mister Gordam solta mais uma de seus encantos quando declama para Korina os seguintes versos:
"Se Deus
Me fora tão clemente
Aqui neste ambiente
De luz, formada numa tela
Deslumbrante e bela...
Teu coração
Junto ao meu lanceado
Pregado e crucificado
Sobre a rosa e a cruz
Do arfante peito teu.."
Pelo inesperado ato Korina enrubesce, e  deixa transparecer  em seu cenho. Então numa risada suave , grave e quase infantil , mister Gordam completa: É um trecho da música  Rosa de composição do grande Pixiguinha. "Tu és divina e graciosa,estátua majestosa do amor..." Você conhece?
A Senhora de Hades sorri, num sorriso falso e se enche  de ódio por dentro. Está sentido neste homem um inimigo mais forte do que imaginava. E suas demonstrações de oscilação a deixa vulnerável. Por frações de segundos pensa e como uma flecha dispara contra  seu inimigo.
"Toda minha vida por qual estive esperando
Neste perfume de dor
Para esquecer quando precisei de mais
Do eterno estribilho do amor
Vivemos
E oramos
Caia as flores do mal
Eu perdi meu caminho
O que está feito retornará de novo?"

Então é a vez de mister Gordam não entender o recado... Korina quase diz seu objetivo a ele, e numa gargalha ela completa: - Calma mister Gordam, antes que pense que sou uma mulher sofrida, antecipo que este  é  o trecho de uma canção também, que gosto de ouvir . É de Sara  Brightman - Fleurs Du Mal -  quis  te dar o troco por  me pegar desarmada.
E num galanteio ele responde: Mas que sensação excitante, saber que pude pega-la despida de armas, já que ouço tanto o quanto é difícil  aproximar de você. És uma bela mulher e conhecedora do fascínio que causa nos homens.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

QUANDO AS TREVAS SE CRUZAM


Korina estende a mão a mister Gordam e neste exato momento seus olhos se cruzam.
Como descrever este momento, quando dois pares de  olhos negros se cruzam, se tocam pela primeira vez?
A escuridão se completa, as trevas se encontram  o breu é a unica palavra que pode  descrever  tal momento.
O sorriso suave de mister Gordam não condiz com a escuridão do teu olhar.
De corpo meio curvo , cabeça cabisbaixa, gestos leves e voz mansa....assim é o homem que se põe a frente da Senhora de Hades.
As pupilas de Korina se dilatam...e neste momento em sua mente vem toda a dor que ela assistiu  de sua mãe.
Ela sente a respiração ofegante de uma loba se contorcendo de dor, um uivo de sofrimento ecoa em sua mente quase a ensurdecendo. 
E a lembrança do motivo que a colocava frente a frente a este homem  veio em seu pulso ao apertar fortemente a mão daquele homem.
Korina não estava só naquela batalha, a presença de sua mãe era muito forte, e isto a deixava ainda mais forte.
Um sorriso inocente e altamente sedutor brota dos lábios de Korina, seu corpo se contorce como  de uma serpente envolvendo sua vitima.
Ela sabe que aquele homem não é uma presa comum...se suas informações estiverem certas, se sua busca foi certeira , ela esta de frente com o caçador que feriu uma loba e deu vida a Senhora de Hades.
Os olhos de mister Gordam não deixavam de brilhar com tamanha beleza , mas também não escondiam a interrogação do convite  para estar no sacro aposento daquela jovem tão desejada.
Ele se aproximou do bar e pegou duas taças  derramando suavemente o vinho e oferecendo a  Korina.
De olhar tão sedutor quando o da jovem  que se posta a sua frente ele eleva  taça e antes de brindar
como num ritual ele  sussurra:
Um momento único de reunir nossos cinco sentidos  Korina, leve sua  taça ao nariz e sinta o olfato representado pelo aroma . A boca sendo representada pelo paladar.
Num gesto rápido porém suave - aperta a mão de Korina na taça e,  sinta-o pelo tato, observe a  cor ,e num tilintar de taças  você pode ouvir o que não há possibilidade de ser ouvido.

E ao sorver o vinho perante a presença daquele homem, Korina desejou, por  uma fração minima de segundos que aquele homem não fosse a presa que tanto caçou.



domingo, 10 de novembro de 2013

SUAS MÃOS TRANSPIRAM ENQUANTO SEU CORAÇÃO DERRETE





Lua cheia numa noite de quinta-feira  21h cravados, a campainha do quarto de Korina dispara junto com seu coração, à porta quem aguarda é o tão esperado Mister Gordam.
Korina está belíssima dentro de um vestido longo de tecido leve que molda seu corpo delineando todas as suas curvas. A cor amarela contrasta com sua pele bronzeada e seus cabelos negros que estão soltos e impecavelmente escovados. Sua maquiagem marcante dá destaque ao seu olhar negro como as trevas.
Seu perfume  Jicky isala pelo ambiente sofisticadamente preparado para o momento.
Seus sapatos dourados da Jimmy Choo deixam seu porte ainda mais elegante.
Suas joias encomendadas para este momento único completam a beleza do conjunto.
A senhora de Hades se sente poderosamente dentro do controle de toda a situação., e ordena que a porta seja aberta.
Sentada no sofá da ante sala  ela aguarda que seu convidado adentre.
Segundos transformam-se em horas...no pensamento de Korina passa um filme em rotação acelerada.
Sua vida, sua historia , sua busca...estão neste exato momento para serem desvendados.
De repente ela sente sua mão transpirar... parece que o gelo do seu coração começou a derreter.
Sua emoção esta querendo tomar conta da situação que esta por vir.
Ela então reage de uma forma brusca e antes que o seu convidado adentrasse a sala ela dá um sinal ao seu cão e retira-se rapidamente.
A senhora de Hades correu para seu quarto em busca do seu auto controle.
De fronte ao espelho ela se observa assutada...pela primeira vez a menina Korina se vê indefesa.
A possibilidade de estar frente a frente com o seu suposto pai a deixa suando frio.
Korina então de posse do seu perfume , esborrifa para o ar e o respira fundo buscando o seu instinto predador. E em segundos o seu olhar volta a brilhar como um iceberg.
Quando ela abre a porta do seu quarto para retornar a sala sente  o perfume  de Mister Gordam que  já havia impregnado o ambiente.
Korina estremece novamente, parece que a noite da caçadora não esta sendo favorável.
Ela busca alimentar suas lembranças afim de dar continuidade ao seu tão elaborado plano.
Então ela observa no meio da sua sala o homem que esta de costas e distraído  perto da  mesa. 
Um homem alto  de pele morena e cabelo ligeiramente grisalho, vestido com um terno de fino corte escuro, e de   postura esguia mostrando  toda sua elegância.
O olhar de Korina fica parado sobre aquele homem e antes que ela se anuncie , ele percebe sua presença e se volta rápido feito uma águia, tomando Korina no susto.
E então com um leve sorriso estende-lhe a mão e a cumprimenta:
Boa noite Korina, agradecido pelo convite!