Total de visualizações de página

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

COR DE ROSA

Hoje o dia amanheceu cor de rosa.
O dia amanheceu cheirando a rosas.
Amanheceu macio como uma rosa.

Estendo as mãos e posso toca-lo.
Fecho os olhos e posso sentir teu cheiro.
Abro os olhos e  o vejo.
Cor de rosa.

Sua pele, seu cheiro, seu gosto... ainda tenho em minha boca.
E a cor, a cor não me sai do pensamento.

Me levanto e a manhã me persegue em nuances.
Tomo meu banho, me visto e ...
o cheiro das rosas.

Saio , vou ao  trabalho e as minhas mãos ainda sentem a sua pele.

A tarde vem  e a cor permanece...

A noite cai, volto para casa e lá está ela ,a cor, cor de rosa.
 Um banho, um  jantar e um canto de sala para as minhas musicas, meu vinho , meus pés no chão.
O meu vestido longo branco de malha fria sobre a pele e o olhar fixo na  taça, vejo o rosé.

Corpo, pele, mãos e um pedido.
Para  que a rosa desde dia não tenha espinhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário