Total de visualizações de página

sábado, 25 de junho de 2011

O CERTO E O INCERTO

Hoje...
Hoje o que eu posso dizer do meu dia?
Hoje um dia de sabado, onde eu acordei com a proposta de faze-lo um dia de realização...
Meus projetos se desenvolvendo, minhas sonhos se materializando...vejo a beleza que a muito não via nas coisas que toco. A sensação de gerar um filho, vendo -o em seu etado embrionario, onde precisa de todos os cuidados, e que eu sou a mãe...
Um estado de beleza suprema, onde a felicidade deveria estar totalmente presente mas....
mas não está....um vazio no peito, um solidão maldita insiste em me maltratar.
Por que? Porque? Há uma  ausencia, a sensação de que não sou... de que não vou...
Meus passos solitários me arrastam de um lado para o outro dentro de um quarto que cresce a cada momento em que eu me sinto menor. Uma mulher que a cada passo dado  pela frente do espelho se enxerga mais     insegura   mais impotente , ou menos... Chamo por meu Deus que silencioso me ouve mas não me responde ou se responde ou não ouço. Como superar isto? Porque está depressão eu sei...você sabe.
Eu só queria ser feliz...ser feliz.
Estou tentando  me reconstruir...  e a cada mão que se estende um vazio no ar...
Me abraço, me abraço forte tentando me acalmar.
Me beijo, me beijo para me sentir amada.
Me acalento e digo a mim mesma para ser forte pois tudo vai dar certo é só acreditar...
Mas não me convenço...Uma dor imensa corroe o meu peito.

Um certo lobo...uma certa loba...

Uma vida incerta!




Arte de Escrever


Escrever é produzir e emitir idéias por meio de um assunto concreto (mensagem) usando canais de comunicação que facilitam o entendimento do receptor. Escrever é usar o idioma (a nossa gramática e a nossa literatura) aplicando as formas e técnicas de redação adequadas ao texto proposto pelo examinador da prova.
Cada redação tem uma forma de comunicação usando a referência temática e fazendo estilos diferentes e pessoais que só percebemos na Literatura de grandes obras e escritores.
Os problemas na redação, os erros ortográficos, a dificuldade de manter uma estrutura linear ao tema solicitado, a falta de leitura cotidiana, erros de acentuação e pontuação, a fuga da linha de pensamento na introdução e perda da seqüência lógica leva a uma redação não muito clara, concisa e harmônica.

A prática da redação leva a perda da ansiedade e do chamado "branco" que ocorre na hora de redigir sendo assunto que preocupa grandes escritores como Othon Garcia em sua Obra Comunicação em Prosa Moderna (ótima dica e recomendação para leitura).
Outros buscam uma parte prática acerca da estrutura redacional como podemos louvar o trabalho dos autores Magna Becker Soares e Edson Nascimento Campos em sua Obra Técnica de Redação:

"... Fazer uma REDAÇÃO significa construir atos de comunicação."
Este manual prático de habilidades em Dissertação dividido em cinco unidades fortalece nossas dicas sobre a Redação como "... o processo de escrever como articulação de um conjunto de parágrafos." E a prática de escrever como "...uma atividade de pensamento que se realiza pela articulação de vocábulos, orações e parágrafos..." (Articulações lingüísticas como técnica de pensamento). Não se deve perder a curiosidade à Leitura de Técnicas de Redação e estes livros são elucidativos para quem quer realmente aprender a redigir mas deve sempre que possível um acompanhamento de um Professor de Língua Portuguesa e Redação e principalmente ler muito e se atualizar com o Mundo. Lembre-se que tudo aqui são dicas e não curso de redação. Mas com as Dicas de Português, Literatura e Redação, tudo fica mais fácil e bem mais claro. É o nosso presente para os vestibulandos e a nossa colaboração.
1.
Método Psicanalítico: 1 - O Método e o Objeto

  • 2.
    O Poder Fálico da Mulher e a Feminilidade no Homem


  • 3.
    Método Psicanalítico: 3 - O Método da Psicanálise


  • 4.
    Depressão pós-parto: fator prejudicial no vínculo mãe-bebê


  • 5.
    A Entrevista Psicológica e suas Nuanças

  • http://www.algosobre.com.br/

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário