Total de visualizações de página

terça-feira, 14 de junho de 2011

MINHAS UNHAS VERMELHAS

Hoje o dia amanheceu chovendo...
Abri meus olhos , me espreguicei lentamente na cama, senti meu corpo se  deslizando no lençol de puro algodão com toque de seda. Era uma sensação unica me convidando a ficar mais um pouquinho.
Desfrute deste prazer...sinta, esta gostando? Então, porque quer se levantar?
Me espreguiço mais uma vez e meio que deslizando , meio que prorrogando este momento de prazer vou me levantando bem devagar. Sento na beira da cama e sinto meu corpo sensivel carente a  mais um toque. Me levanto e deixo a camisola cair lentamente , a observo caindo aos meus pés...meus pés. Olho para eles e caminho como se estivesse nas nuvens, minhas unhas vermelhas davam-me um toque de sensualidade.
Gosto do vejo, e começo a brincar comigo mesma...uma onda de desejo de dançar me envade.
Abro meus braços e  os balanço como  uma onda , mudo meu passo ,balanço meu corpo, meus quadris,  meus ombros fazem movimentos de sobe e desce e giram em circulos leves , suaves, um balanço sincronizado, ritmado.
Num jogar suave de pernas coloco meu pé sobre a cadeira em frente ao espelho...e mais uma vez vejo meus pés se destacarem...minhas unhas vermelhas.
Danço, rodopio, embalada pelo som imaginário da  La Vie En Rose .
Meu banho me espera, mas este momento ...este momento tende  ser  perfeito.
Um sensação de que a vida pode ser  cor de rosa,  mas minhas unhas....estás  são vermelhas!



A Magia de Cleópatra
União da beleza, sensualidade e espiritualidade


Houve um tempo na terra no qual a mulher tinha um lugar que todos respeitavam, elas tinham um lugar sagrado, que não era nem chato nem escuro: eram os templos das sacerdotisas. Elas dançavam, oravam, se comunicavam com o mundo invisível, conheciam a arte de curar e de ajudar as pessoas. Eram tremendamente belas, pois viviam de acordo com as leis do universo. Seu amor a Deus e todas as coisas era feminino, ardente, criativo.
Esse tempo chegou ao fim. A Terra se cobriu de escuridão, chegou a era de Kali Yuga e com ela a mulher foi empurrada a um lugar cada vez mais oculto, limitado. Em alguns lugares a associaram com o pecado, com o demônio, a tudo aquilo que é inferior.
Algumas mulheres inteligentes, que tinham dentro de si a semente do feminino sagrado, resistiram e criaram para si mesmas uma vida diferente. Mulheres como Maria Madalena. Essas mulheres desfrutavam de uma grande liberdade e por isso muitas vezes eram perseguidas. A escuridão aumentou na terra e essas mulheres foram queimadas, aprisionadas, difamadas. Desde então poucas opções restaram para ela: casamento e a maternidade; o convento para aquelas que ansiavam pelo conhecimento; a prostituição e o abandono.
O mundo se fez cinza e funcional, até que a mulher cansada do papel limitado ao qual foi confinada quis se expandir. Para isso teve que se travestir em homem, tomar os valores masculinos, viver como eles e vencer. Ela o conseguiu. Mas não pode se revelar na sua totalidade feminina e teve que pagar um preço alto: perdeu sua saúde, seu espaço sagrado, as relações com o sexo oposto se deterioraram...
Entrevista com Chekes, representante da Escola do Feminino para a Europa e América. Formada em psicologia, palestrante internacional.

O que é a Magia de Cleópatra e como pode ajudar a mulher?
Cleópatra foi educada pelos sacerdotes e sacerdotisas do Egito. Recebeu o conhecimento ancestral sagrado da mulher. Por isso, sem jamais ter empunhado uma arma, colocou os dois homens mais fortes do seu tempo a seus pés. Sua força e poder não provinha da sua masculinização como acontece hoje em dia, mas da sua feminidade. Sua arte era a sensualidade e a sabedoria. E sua devoção não era ao seu ego, mas a servir ao bem estar do seu povo. Isto a fazia bela, especial, irresistível. Isso fazia com que os homens lutassem por ela.
Hoje em dia o que vemos é que a mulher forte é aquela que se veste, fala e compete como um homem. A mulher forte é aquela que empunha não só a arma, mas muitas vezes até carrega o homem nas costas, como um cavalo... e tudo isso tem custado a ela sua saúde e seu bem estar. Todos estes sacrifícios não trouxeram a ela o amor e a segurança do lado de um parceiro, ao contrario, a mulher tem se tornado cada vez mais descartável.
Mas Cleópatra acabou sendo assassinada, não parece um bom exemplo...
Cleópatra representa um símbolo de transição de um tempo de ouro para um tempo muito mais escuro, patriarcal. Ela representava uma cultura brilhante, onde o sagrado, a sabedoria e a mulher tinham um lugar de destaque, em contra posição à cultura greco-romana, com muito menos brilho, aguerrida e com grande desprezo pela mulher. Claro que Cleópatra tinha que morrer. A mulher feminina, forte, sensual, brilhante que ela representa foi assassinada até os dias de hoje.

Como a mulher pode voltar a ter suas conquistas e seu poder feminino?
Há 15 anos um grupo de mulheres sábias, iniciou um trabalho de investigação das antigas tradições femininas. Praticaram consigo mesmas, observaram os resultados e quando chegou o momento começaram a ensiná-lo às mulheres que iam até elas, no norte dos Himalayas. Eu fui uma das primeiras ocidentais a ir lá e me deslumbrei com o que encontrei: Beleza sem ser superficial, sensualidade sem ser vulgar, força sem ser bruta, inteligência sem ser intelectual, alegria com pureza, criatividade... Comecei a praticar estes conhecimentos e pude logo observar grandes transformações na minha vida. Quando o feminino entrou e ocupou o seu lugar de honra na minha vida tudo se tornou mais suave, mais fácil, a guerra na qual vivia acabou e comecei a receber inúmeros presentes da vida.
Quando o conhecimento esteve maduro em mim comecei a ensiná-lo no ocidente e pude observar as mesmas mudanças nas mulheres que o receberam. Vi que a mulher, não importa a vida que teve, não importa a idade que tem, pode se tornar plena, atraente, segura de si, feliz. Mas precisa saber como. Precisa praticar os exercícios que lhe devolvem este estado. Sem praticas nada pode mudar na vida de uma pessoa.

O que vocês ensinam às mulheres?
Nós devolvemos à mulher os conhecimentos para uma vida plena, ensinamos o que ninguém ensina: como ser saudável, bela e jovem a partir da ativação dos seus centros de energia. Ensinamos a escolher o parceiro, reconhecendo de verdade o que o homem que a atrai pode lhe oferecer, para que não se frustre depois. Damos a mulher os conhecimentos das gueishas para que se sinta segura e uma Mestra na arte da sedução. A maioria das mulheres sofre por que se acha pouco atrativa, não conhece nem explora sua beleza única. Ensinamos a mulher como manter uma relação, pois a maioria dos casamentos hoje em dia fracassa ou se mantém, mas de forma mecânica, sem paixão. Ensinamos a mulher o kama sutra feminino e outras artes sensuais. Criamos um campo onde a mulher abre sua intuição e criatividade, assim como a conexão com o sagrado. Quando uma mulher abre o mistério dentro de si se preenche de graça e não pode passar despercebida. Ao mesmo tempo que se torna auto suficiente, os apegos pouco a pouco desaparecem e ela começa a viver em outra dimensão...

http://www.terceiromilenionline.com.br/

4 comentários:

  1. Gosto de unhas vermelhas, me sinto poderosas com minhas unhas longas e vermelhas, minhas mãos ficam suaves e meus pés alvos e delicados, só as lobas pra saberem disso! adorei! beijos em seu coração, sua fã e admiradora Ro

    ResponderExcluir
  2. UNHAS VERMELHAS, LEGAL, VOU SEPARAR UNS ESMALTES PARA VALORIZAR ESTES MOMENTOS... BJUS :-))

    ResponderExcluir
  3. Que ótimo,
    se quiser enviar para a Lôba melhor ainda!Bjs <3

    ResponderExcluir
  4. É tudo de bom uma unha vermelha, é verdade a pele fica mais clara, uma sensação de poder. Beijos

    ResponderExcluir