Total de visualizações de página

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

SEU GOSTO EM MINHA BOCA



 
 
Abro os olhos e vejo...
O sol brilha lá fora apesar da chuva que cai.
Minha cama macia me convida a permanecer, mas meu corpo alimentado,abastecido não quer perder um minuto sequer deste sol que brilha lá fora aqui dentro de mim.
Nossa noite foi perfeita.
Ainda sinto em meu corpo e seu peso , o seu cheiro, o seu sabor.
 
Lembranças frescas de uma noite perfeita.
Tua boca sugando a minha, enquanto suas mãos percorriam minhas curvas.
Minha roupa sendo retirada peça por peça.
Você me pegando por trás, me acomodando em seu peito.
Levantando meu vestido de crepe de seda preto, deixando minha pele arrepiada.
Sua respiração forte em meu pescoço se misturva com seu cheiro e seus beijos.
Minha lingiere vermelha de renda preta , já encontrava-se molhada de desejo do seu corpo.
 
Tocas minha coxa e uma contração forte me deixa tonta de tanto desejo.
Abro a boca num gemido quando sinto teu desejo crescendo por mim.
E num gesto rapido me vira e me põe de frente para ele ,
 sua boca começa a percorrer o meu corpo parando em minha intimidade ... me indenciando ainda mais, e quase que por clemência retira minha calçinha.
E  então como uma rosa bordeaux me abro para ele, me entrego ao prazer que me reserva.
Escorre-me o sal ... e ele me cobre deliciando-me.
Seu suor me adoça a boca sedenta.
Quero tudo que vem dele...seu poder, seu desejo, seu gozo, seu suor.
Meu batom vermelho carmim espera pelo momento de marca-lo  e demarca-lo , aquele corpo que é todo meu mostra cada centimetro do prazer que o  proporciono. E eu o quero mais e mais e minha boca o devora como se devora um morango gordo , vermelho e suculento.
E num gemido de posse e descontrole toma-me e se encaixa entre minhas coxas, pressionado-me com furor.
E eu em delirio peço que me possuas.
E assim esgotamos nossa fonte de felicidade, num momento pleno...
 
De repente a empregada bate na porta do quarto, me chamando
para o dia que se inicia...
Tomo meu banho com o corpo ainda em gozo.
Visto um vestido de malha longo branco sobre a pele , prendo meu cabelo num rabo de cavalo, e no frescor da manhã  vou para a cozinha.
Meu suco de abacaxi com hortelã, torradas ,ovos e bacon, minha refeição matinal.
 
Sigo até a sala e lá estão meu vaso de cristal "azul bic" com
 rosas bordeaux e um bilhete:
 
As rosas me fazem lembrar você!
Seu gosto ainda esta em minha boca, com o sabor de quero mais.
 Meu ideal é você.
Minha loba erótica.
 
"As quatro condições elementares para a felicidade são: vida ao ar livre, amor de mulher, ausência de qualquer ambição e a criação de um novo e belo ideal." ( Edgar Allan Poe )."
 
 
De repente eu fico rindo à toa...

Nenhum comentário:

Postar um comentário