Total de visualizações de página

segunda-feira, 16 de maio de 2011

UM DIA UMA PEQUENA ABERTURA APARECEU EM UM CASULO

Segunda-feira, acordei mais tarde do que de costume...não fui a cozinha como sempre faço  para ver se a empregada tinha colocado a mesa direito. Só fiz acordar mais tarde e ficar na cama, me espreguiçei lentamente, respirei fundo, dei um largo sorriso e pensei comigo mesma.
Nossa quanto tempo eu não faço isto!
Me levantei joguei a camisola no chão e caminhei para o banheiro.
Liguei  chuveiro , separei uma toalha bem limpinha...tomei um belo e longo banho.
Passei meus cremes com toda calma e a cada massagem em meu corpo eu me sentia melhor comigo mesma. Caminhei até o espelho e me mirei...depois fui ao meu closet e separei um vestido vermelho sangue que tem um cinto fino preto com detalhe em laço que apesar da cor é super discreto. Separei minha bolsa e sapato  de cor caramelo.Prendi meu cabelo  num rabo de cavalo. Coloquei meus brincos  e colar de ouro, maquiagem suave, perfume. E saí....


A borboleta é considerada um símbolo de ligeireza e de inconstância, de transformação e de um novo começo. A psicanálise moderna vê na borboleta um símbolo de renascimento.
- No Japão a borboleta é um emblema da mulher, por ser graciosa e ligeira. A felicidade matrimonial é representada por duas borboletas (masculino e feminino). Essas imagens são muitas vezes utilizadas em casamentos. Também são vistas como espíritos viajantes que anunciam a morte de uma pessoa próxima quando aparecem. A metamorfose das borboletas é simbolizada como: a crisálida é o ovo que contém a potencialidade do ser; a borboleta que sai dele é um símbolo de ressurreição. Também pode ser vista como a saída do túmulo.
- O termo grego psyche tinha dois significados originalmente. Um deles era alma e o outro borboleta, que simbolizava o espírito imortal. Na mitologia grega, a personificação da alma é representada por uma mulher com asas de borboleta. Segundo as crenças gregas populares, quando alguém morria, o espírito saia do corpo com uma forma de borboleta.

3 comentários:

  1. Esta Lôba é de uma sensualidade sem igual:"Me levantei joguei a camisola no chão e caminhei para o banheiro." Nossa!... Aí começa o belo filme!... E posso assisti-lo na minha fértil imaginação!... Ao trajar-se com um vestido vermelho-sangue fecharam-se as cortinas do mais belo teatro onde se desenrolou uma peça de aflição!... Cheia de adornos e perfumada saiu!... A Linda borboleta deixa o casulo e voa!... Esta Lôba sensual inspira o meu gênio com muita emoção!... Adimirável texto!...

    ResponderExcluir
  2. METAMORFOSE O PODER DA TRANSFORMAÇÃO

    Há algo de verdadeiramente mágico, na transformação de uma lagarta em uma bela borboleta. Mais que uma mudança, sugere mesmo uma transmutação. Algo bem profundo. Ao se fecharem em si, como crisálida, fecham-se para o mundo e isso permite toda essa transformação, que vem de dentro para a superfície. Elas bem guardam isso, como íntimo segredo. Dentro do casulo, acontece esse momento mágico, sutil que explode em rara beleza,´pois, entre as belezas e mistérios dos jardins, quem quer que tenha imaginado as fadas certamente se inspirou nas delicadas e graciosas borboletas.

    ResponderExcluir