Total de visualizações de página

quinta-feira, 22 de março de 2012

DESEJO PEGANDO FOGO II


Hoje eu abri meu diário em busca de mim.

                             Diário da idade da loba, 06 de maio de 2011.
HHHHoje eu acordei com tanto desejo que  achei que estava ficando  maluca...entrei no chuveiro afim de me acalmar. Quando saío do banho olho para meu marido e ele esta tão distante que penso , será que ele tem outra? Bem, a esta altura é melhor eu ir cuidar do dia que se inicia...este seria só mais um problema.Hoje eu acordei com tanto desejo que  achei que estava ficando  maluca...entrei no chuveiro afim de me acalmar. Quando saío do banho olho para meu marido e ele esta tão distante que penso , será que ele tem outra? Bem, a esta altura é melhor eu ir cuidar do dia que se inicia...este seria só mais um problema.


Sim fui eu quem escrevi  este diário.
Parece que estou lendo sobre a vida de outro alguém.
Quarto dividido, cama dividida e uma vida totalmente subtraída.


É o que enxergo ...


Recostada em meu sofá passo as mãos pelos meus cabelos, que hoje estão longos, sedosos, macios.
Sinto minha pele, meu corpo, minha alma.
Estou leve, estou linda, estou livre.


Estou bem comigo mesma enterrei meus mortos, e sobrevivi a floresta.
Fui adotada pela mãe natureza que me preparou para a caçada alimentar.


Passei de sombra a uma loba.


Hoje sou desejada, e hoje escolho minhas companhias.


O que busco em um homem?
Algo bem simples, e talvez por ser simples seja tão difícil.


Mas o mais importante achei em mim mesma.
Meu amor próprio , minha auta estima.
 O meu desejo pela vida!


Com uma força interior que só as cicatrizes são capazes de nos dar.
Até mesmo a minha solidão tem um sabor diferente, estou só mas não estou vazia.
Estou só mas não estou desprezada.
Estou só e bem comigo mesma.


Como eu cresci, como eu vivi e revivi desta data pra cá.
Meu lobinho passa por mim, me olha e abana o rabo com tanto carinho que me cai como um beijo.
Minha empregada me serve um suco de abacaxi com hortelã que só ela sabe fazer....com bastante gelo como eu gosto.
E eu continuo no meu ritual de amor próprio relendo uma vida passada.



Nenhum comentário:

Postar um comentário