Total de visualizações de página

domingo, 25 de dezembro de 2011

A AREIA ORA FOFA ORA MOLHADA MARCAVA O NOSSO RITMO


O dia amanheceu lindo...o sol brilhava com exclusividade.
As ondas do mar lambiam a areia em forma de caricia.
Olho para o canavial e um convite me faz.

Olho novamente para a praia e vejo meu cavalo branco de crinas longas e negras.
Eu no meu vestido branco e sandalias douradas amarradas nas pernas , desço.

Me aproximo dele, o vento desmancha meus cabelos enquanto ele me observa.
Chego mansa...o  acaricio as narinas, beijo seu dorso e depois o monto.
Ele sereno  me recebe, e em passos lentos respiração calma busca a direção que desejo seguir.
Vamos juntos numa doce e suave cavalgada, por um tempo que  o relógio não conta.
A areia ora fofa ,ora molhada marcava o nosso ritmo.

Eu e ele.
Eu e ele... e o sol, e o vento , e o mar , e o canavial...
Nós dois ali, juntos desfrutando de um prazer que só nosso..
As gaivotas são música aos nossos ouvidos.
O cheiro do canavial  se misturava  ao cheiro do nosso suor que despontava em nosso corpo junto com o prazer que se estampa em meu rosto.

O vento ,o sol, o suor...meu cabelo batendo no rosto, uma sensação única.

Minha pele queima de calor  e prazer , a cavalgada é longa , a vista é  maravilhosa, mas a exaustão nos toma.

Finalmente chegamos a uma cabana onde nossos corpos puderam descansar.

Uma longa manhã, a dois.
Eu e meu cavalo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário