Total de visualizações de página

segunda-feira, 11 de março de 2013

JE T'AIME - COMO HOMEM COMO UM LOBO


Tudo bem... havia outras formas de se separar...alguns cacos de vidro teriam podido, talvez, nos ajudar. Neste silencio amargo...os erros que se podem cometer quando se ama demais." Je T'aime."
Assim canta Lara Fabian...
 E ao  som desta música  meu coração não obedece e a razão  deixa a emoção dominar meu corpo e a mente divaga... Como uma loba, como uma  rainha, como uma mulher que não sou... Veja só eu te amo assim!
Meu corpo nu sedento, carente , clama por mais uma vez poder repetir tudo o que houve entre nós.
A vida não oferece garantias e química é química. 
Lembranças dos nossos gritos e gemidos...
dos nossos corpos misturados , enroscados...
O desejo de que aconteça novamente e que  não seja num dia tão distante, mas enquanto arde a chama da lembrança, pois aprendi que não se vive de passado...Mas que precisamos fazer acontecer o presente.
Poder olhar seus olhos parados sobre os meus...
suas mãos suaves percorrendo cada pedaço do meu corpo, enquanto procura pela abertura da minha roupa.
Seus lábios colando  aos meus e nossas salivas se misturam num só gosto, nossas línguas brincando numa dança sensual.
E a temperatura  aumentando deixando  os nossos suores escorrendo pelas nossas  colunas e dobras.
Quantas sensações, sua boca e seu corpo me provocam... estremeço, sinto meu fogo aumentando e você não para.
És um lobo consciente da capacidade que tem de levar uma mulher aos céus...mostrar-lhe as estrelas...e queima-la como brasa viva.
Minha voz  estremece, meus gemidos se transformam em uivos , gritos de prazer.E um só pedido ... de que não pare.
Então com a visão embaçada pelo prazer que sinto em teus braços consigo  ver que você também vibra enlouquecidamente com cada movimento que fazemos.
Explosões, uma atrás da outra anunciam que o vulcão entrará em erupção...
Suas mãos apertam meu corpo, minhas unhas cravam em suas costas...seus dentes  mordem minha carne e minha língua  lambe o seu suor.
E  como uma onda gigantesca  nos quebramos no gozo do prazer e nos esparramamos  na areia em forma de espumas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário