Total de visualizações de página

terça-feira, 10 de abril de 2012

ABISMO DO SEU ROSTO


Sentada a beira do abismo...
Esta noite tive um sonho muito estranho.
Sentada a beira de um abismo uma imagem
refletia no meio do nada
no meio do nada
Era um rosto másculo
sério, sereno me olhava e nada dizia.
Simplesmente refletia.
Sentada a beira do abismo eu o via...
E ele nada me dizia.


Mas este silencio
me atraia
me chamava
E sentada a beira do abismo
esta  força máscula me atraia.


E então me levanto
Me levanto e mergulho
mergulho no abismo
que seu rosto
seu rosto que nada me dizia
me levou...
E assim, senti o vento
 e o leve mergulho 
no abismo do seu rosto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário