Total de visualizações de página

domingo, 3 de fevereiro de 2013

ADORMECI

Adormeci,
Assim esperei por ti.
Preparei meu corpo...
Banhei em águas de flor, lavei em cremes.
Penteei meus cabelos e os envolvi em aromas suaves.
Escolhi meu melhor lençol, aqueci os travesseiros.
Sobre a pele meu hobby de renda e sob ele meu corpo todo pronto só para te receber.
Bateu primeiramente a euforia,
 depois a expectativa,
então veio  a angustia,
lagrimas me visitam, deixando sua imagem turva.
A garganta travada na dor da espera.
No peito uma voz tenta me acalmar: -Calma, ele virá!
Mas as lagrimas não deixam de cair...
Espero por minutos, horas, dias, meses... ele virá a voz insiste.
Pergunto a voz porque?
 Em que devo acreditar? E ela me responde:- Só não quero vê-la sofrendo.
O vazio me invade, a dor no peito corta como se a morte estivesse me visitando.

Será que ele não vem, pergunto?
Estou vivendo um sonho, uma ilusão? 
As perguntas aumentam  o tempo passa e a reposta não vem.
Estou exausta...e para aquecer meu corpo só o sono que se apieda, não deixando que  a  dor morte me sucumba. E assim adormecida choro a dor da sua espera.


http://youtu.be/h1bNKVptliA   


Nenhum comentário:

Postar um comentário