Total de visualizações de página

domingo, 26 de fevereiro de 2012

MORTA PELO MEU AMOR

De repente abrisse uma enorme porta a minha frente.
Uma luz forte ilumina meu rosto...
Escuto uma multidão  em gritos e aplausos aguardando pela minha entrada.
Aperto meus olhos, fito um ponto no meio do nada.


Saio correndo em sua direção...finalmente.
Penso comigo, alguém em quem eu posso confiar.
Quando me vejo no descampado a porta se fecha a minha costa.
A multidão urrava de contentamento e excitação.
Lá estava ele no meio da arena.


Lindo, maravilhosamente lindo!




Eu então parti em sua direção...e ele ,
 ele ficou parado me esperando, me chamando:-
Venhaaaaaaaa!


Quando finalmente me aproximo, com a respiração ofegante.
Com as carnes trêmulas e a ansiedade a flor da pele.
Sinto cravar em minhas costas uma lança.


Incrédula sem saber de onde ela partira , penso comigo que foi o motivo
 que se  deu  para que eu perdesse  a direção.


Insisto, volto, corro novamente em sua direção.


Peço do fundo do meu coração, me espere eu estou indo ao seu encontro.


Então ele novamente toma sua posição e posso visualiza-lo bem.
Sim ele aguarda por mim.


E  ai mais lanças em minhas costas são cravadas, os gritos da multidão se juntam com a dor que sinto,
 com o meu sangue que escorre pelo corpo.
Meus olhos não enxergam mais direito....esta tudo confuso me minha mente.


É você quem está me ferindo????????????


Porque???????????


O que foi que eu te fiz?????????????


Tento te alcançar...sinto minhas forças se esvaindo.


E quando finalmente já totalmente desfalecendo vejo suas mãos  se abaixando
no golpe fatal, cravando-me a ultima lança.


Então caio aos seus pés...


Morta pelo amor que acreditei!

Nenhum comentário:

Postar um comentário