Total de visualizações de página

domingo, 10 de novembro de 2013

SUAS MÃOS TRANSPIRAM ENQUANTO SEU CORAÇÃO DERRETE





Lua cheia numa noite de quinta-feira  21h cravados, a campainha do quarto de Korina dispara junto com seu coração, à porta quem aguarda é o tão esperado Mister Gordam.
Korina está belíssima dentro de um vestido longo de tecido leve que molda seu corpo delineando todas as suas curvas. A cor amarela contrasta com sua pele bronzeada e seus cabelos negros que estão soltos e impecavelmente escovados. Sua maquiagem marcante dá destaque ao seu olhar negro como as trevas.
Seu perfume  Jicky isala pelo ambiente sofisticadamente preparado para o momento.
Seus sapatos dourados da Jimmy Choo deixam seu porte ainda mais elegante.
Suas joias encomendadas para este momento único completam a beleza do conjunto.
A senhora de Hades se sente poderosamente dentro do controle de toda a situação., e ordena que a porta seja aberta.
Sentada no sofá da ante sala  ela aguarda que seu convidado adentre.
Segundos transformam-se em horas...no pensamento de Korina passa um filme em rotação acelerada.
Sua vida, sua historia , sua busca...estão neste exato momento para serem desvendados.
De repente ela sente sua mão transpirar... parece que o gelo do seu coração começou a derreter.
Sua emoção esta querendo tomar conta da situação que esta por vir.
Ela então reage de uma forma brusca e antes que o seu convidado adentrasse a sala ela dá um sinal ao seu cão e retira-se rapidamente.
A senhora de Hades correu para seu quarto em busca do seu auto controle.
De fronte ao espelho ela se observa assutada...pela primeira vez a menina Korina se vê indefesa.
A possibilidade de estar frente a frente com o seu suposto pai a deixa suando frio.
Korina então de posse do seu perfume , esborrifa para o ar e o respira fundo buscando o seu instinto predador. E em segundos o seu olhar volta a brilhar como um iceberg.
Quando ela abre a porta do seu quarto para retornar a sala sente  o perfume  de Mister Gordam que  já havia impregnado o ambiente.
Korina estremece novamente, parece que a noite da caçadora não esta sendo favorável.
Ela busca alimentar suas lembranças afim de dar continuidade ao seu tão elaborado plano.
Então ela observa no meio da sua sala o homem que esta de costas e distraído  perto da  mesa. 
Um homem alto  de pele morena e cabelo ligeiramente grisalho, vestido com um terno de fino corte escuro, e de   postura esguia mostrando  toda sua elegância.
O olhar de Korina fica parado sobre aquele homem e antes que ela se anuncie , ele percebe sua presença e se volta rápido feito uma águia, tomando Korina no susto.
E então com um leve sorriso estende-lhe a mão e a cumprimenta:
Boa noite Korina, agradecido pelo convite!





2 comentários:

  1. Adorei este conto! Eu que voo na imaginação rsrs visualizei nem só a cena como os próprios personagens por incrível que pareça! rsrs foi muito real, e espero que venham muitos outros. Parabéns Eunice.

    ResponderExcluir
  2. Querida Regina, você não imagina quão bom é receber palavras de elogios e estímulos. Agradecida beijos de luz e paz!

    ResponderExcluir